O Ministério da Saúde e o trampolim político
O ministro José Henrique Mandetta substituído pelo médico oncologista Nelson Teich. | Foto: Montagem SearaNews

A relação do ministro da saúde com o presidente da república já havia terminado.

Em meio a pandemia que assola o mundo inteiro, o presidente Jair Bolsonaro demitiu o Ministro da Saúde José Henrique Mandetta, logo após sendo substituído pelo médico oncologista Nelson Teich.

A demissão já era esperada e não causou nenhuma surpresa. A relação do ministro da saúde com o presidente da república já havia terminado. Mandetta se arrastava no ministério amparado por políticos que insistiam em colocá-lo no mural dos heróis nacionais. Quando atendeu o conselho do governador de Goiás Ronaldo Caiado (DEM), mesmo partido que ele, e deu uma entrevista ao Fantástico na Rede Globo, estava certamente entregando o ministério, pois assim assumiu seu lugar oposto ao presidente que rejeita com veemência o trabalho da emissora.

Passando-se dessa novela que teve seu encerramento no dia de ontem (16/04/2020), quais são expectativas que podemos ter como cidadãos quanto ao novo ministro da saúde?

Em primeiro lugar, é satisfatório que o ministério tenha um médico respeitável, com apoio da comunidade médica, e com interesse no bem-estar da população. Seria um desastre colocar outro político. Porque mesmo em um estado de calamidade como vive o nosso país, políticos veem nisso uma oportunidade para fazer campanha. Fica difícil para o povo entender o que está acontecendo ou quem está com a razão, pois estamos presenciando uma violenta briga política, sendo que o ministério da saúde foi amplamente usado no meio desse caos. Ao invés de buscar amenizar a situação catastrófica, políticos, incluindo o ministro Mandetta, aproveitaram da ocasião para alavancar seus nomes, com vistas às eleições de 2022. O povo sai perdendo em meio a esse conflito, pela falta de clareza e de medidas que atendam as nossas reais necessidades. É uma rapinagem aproveitar de um momento como esse para fazer campanha, mas infelizmente foi o que aconteceu.

Em segundo lugar, espera-se um melhor conhecimento acerca do nosso maior problema, que é o coronavírus, assim como medicações eficazes para o tratamento.  O ministro Nelson Teich afirma que se deve ampliar o número de testes para coronavírus, verificando qual teste é o mais eficaz e ampliar o seu uso. Isso é muito importante pois sabe-se da demora para os resultados dos testes. E quanto ao medicamento mais eficaz, o novo ministro parece ainda manter ressalvas quanto ao uso da hidroxicloroquina. Mas considero positivo a cautela e o interesse do ministro. Pelo menos está apresentando ideias. Já tem experiência em administração e pesquisas. Agora é torcer para que não se envaideça com o cargo, pois não dá mais para assistirmos a batalha de egos que temos presenciado.

Em terceiro lugar, o brasileiro deve manter a esperança de que, gradativamente o isolamento vá sendo deixado de lado, o mais breve possível, para retomar a normalidade das atividades. Vamos ter que ajuntar os destroços da economia, amargar um grande número de desempregos e provavelmente uma recessão muito grave. Quanto a isso não há mais nada a ser feito. Vamos ter que nos reinventar. O importante agora é manter todos os cuidados e sobreviver ao coronavírus. A saúde é o nosso bem mais precioso. O resto daremos um jeito.

Cláudio AraújoCláudio Araújo
é formado em Direito, Pedagogia, Teologia, e cursa Jornalismo. Professor de Teologia e Superintende da Escola Dominical. Pós-graduando em Criminologia, Direito Penal e Processual Penal, e Educação Inclusiva. Evangelista da Igreja Assembleia de Deus (Missão), mora em Divinópolis/MG

 


Colabore com o trabalho do portal Seara News, contamos com seu apoio para ampliar e fortalecer nossa atuação, acesse agora apoia.se/searanews e faça sua doação.

Seara News 25 anos

DEIXE UM COMENTÁRIO ABAIXO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui