spot_img
Suprema Contabilidade
23.3 C
Vila Velha

Padre do Rio de Janeiro é preso no Ceará

Ex-reitor da igreja da PUC-Rio foi denunciado pelo MP-RJ e preso em Fortaleza

EM FOCO

Seara News
Seara News
SEARA NEWS é o primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo, um aporte eficaz na comunicação, com conteúdo informativo orientado por linha editorial baseada nos princípios bíblicos; e enfoca os matizes do contexto cristão ao redor do mundo.

Um padre, que foi responsável pela igreja da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), foi preso nesta quarta-feira (3) após ser denunciado por estupro e importunação sexual pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ). Alexandre Paciolli foi preso preventivamente em Fortaleza, Ceará.

Os crimes, que teriam sido cometidos contra uma mesma mulher, ocorreram em momentos distintos, sendo o primeiro em agosto de 2022 e o segundo em janeiro de 2023. Além disso, existem outras investigações em andamento contra o padre pelos mesmos crimes. A Arquidiocese do Rio de Janeiro também recebeu diversas notícias de abusos sexuais cometidos por ele.

Nesse caso, o MP disse que o padre se aproveitou da ingenuidade e da fé da mulher. ”Sob o pretexto de estar sentido fortes dores, passou a praticar atos libidinosos com a vítima, que, tendo o denunciado como seu sagrado protetor, não conseguiu oferecer resistência”.

A denúncia foi formalizada pela Promotoria de Justiça de Investigação Penal de Nova Friburgo em 26 de março, após investigação. O caso está em segredo de Justiça.

Paciolli teve várias funções de destaque, durante sua trajetória religiosa. Foi responsável pela Igreja da PUC-Rio de 2016 a 2022, foi responsável pela Igreja de São José, no bairro da Lagoa no Rio de Janeiro, e apresentou um programa na TV na emissora católica Canção Nova. Dentre os programas, comandava um voltado para mulheres, o Mulheres de Fé.

Em nota, a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro disse que afastou o padre de todas as suas funções eclesiásticas e iniciou uma investigação interna para apurar os fatos alegados.

Nota da Arquidiocese

“A Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, após tomar conhecimento das acusações atribuídas ao Pe. Alexandre Paciolli Moreira de Oliveira, agiu mediatamente afastando o sacerdote de todas as suas funções eclesiásticas e iniciou uma investigação interna para apurar os fatos alegados. Essa medida reflete o compromisso da Arquidiocese com a integridade e a justiça, seguindo os procedimentos legais estabelecidos pela legislação da Igreja para tais situações, colaborando também com as autoridades civis na apuração dos fatos”.

Conforme nota da universidade, o padre foi responsável pela igreja que há no câmpus. “O padre acusado de violência sexual não foi reitor da PUC-RJ. Ele foi responsável pela Igreja dentro da Universidade, mas não está mais na PUC desde 2022. Ele faz parte da Arquidiocese do Rio de Janeiro”, diz a nota.

Com informações Correio Brasiliense

APOIE SEARA NEWS Clique AQUI!
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
Baixe a Revista Seara News
- Publicidade -

LEIA MAIS...

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

LEIA TAMBÉM

ARTIGOS E DEVOCIONAIS

- Publicidade -
Suprema Contabilidade
- Publicidade -Anuncie em Seara News
- Publicidade -
Rádio Seara News