Sete coisas que não discutirei mais

0
27

Sete coisas que não discutirei mais

Em caráter informal, discutir é trocar ideias, aprofundar um assunto, criar polêmica. Na sequencia, segue uma lista de sete coisas a respeito das quais não discutirei mais.

por Robson Aguiar

Não discutirei gosto musical. Não vejo base bíblica para dizer qual estilo musical agrada a Deus, por isso, se você gosta de hip hop, forró, samba, rock, instrumental ou qualquer outro ritmo, não serei eu que discutirei.

Não discutirei predestinação e livre arbítrio. Já discuti, não discuto mais. Após assistir uma palestra do Rev. Robinson Cavalcanti, em programa de debate doutrinário, fui convencido que esse assunto é periférico e não merece tanta importância.

Não discutirei sobre ministério pastoral feminino. Já me posicionai antes e não pretendo fazer desse tema uma cruzada. As mulheres já estão emergindo nas tribunas ministeriais de várias igrejas, como também nas Assembléias de Deus, e não serei eu que vou bater insistentemente nesta tecla.

Não discutirei sobre o Congresso dos Gideões, apesar de achar exagerado os movimentos que ali acontecem. Creio que o evento de Camboriú só precisa de alguns ajustes por parte dos organizadores, para convidar palestrantes que não apelem tanto para o emocional das pessoas e se preocupem mais com bíblia. No mais, não postarei em meu Blog críticas ao evento.

Não discutirei sobre salvação na igreja católica e na igreja neo pentecostal. Afinal, dizer que não há salvação no catolicismo é jogar John Huss, Wicliff e Savanarola no inferno. Confesso que não penso que esses homens morreram condenados. Também nem todos os neo pentecostais estão lá por dinheiro. Existem muitas pessoas sinceras servindo a Deus nessas igrejas. Eu não discuto isso.

Não discutirei sobre a presença de evangélicos em reality show. Apesar de achar incoerente. Acho que poderiam usar aquele espaço para dar um grande testemunho em rede nacional, o que até então não parece ter acontecido. Mas, Deus conhece os corações. Entrego a Deus.

Não discutirei sobre divisão de ministérios. Se é de Deus, se não é, não serei eu que vou dizer. Quem tiver sua chamada que trabalhe para ratifica-la. Mas, se não for de Deus, alguém pagará o preço. No mais, não vou escrever a respeito, por achar que trata-se de assunto muito íntimo.

E você, tem algum assunto que não discutirás mais?

Robson Aguiar

_______________________________________
Obs.: É permitido a cópia para republicações, desde que cite o autor e as respectivas fontes principais e intermediárias, inclusive o Seara News informando o link www.searanews.com.br. Mais informações em nossa página: “Jurídico”.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome