spot_img
spot_img
25.5 C
Vila Velha

Reforma Protestante: A Capacidade da Igreja de retornar às Origens de sua Fé

O Dia da Reforma Protestante nos lembra que a igreja possui a capacidade de se renovar, retornando às origens de sua fé.

EM FOCO

Carlos Renato dos Santos de Jesus
Carlos Renato dos Santos de Jesus
Teólogo, diretor executivo do Instituto Psicologia Para Todos, MBA em Gestão Pública e Gestão de Pessoas, Vice-Presidente do Diretório da SBB-ES, membro da Missão Praia da Costa.

Em 31 de outubro de 1517, o monge Martinho Lutero fixou suas 95 Teses na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg. Estas teses, em resumo, eram uma crítica às práticas da Igreja, com destaque para a venda de indulgências.

Atualmente, enfrentamos diversos desafios que podem ser vistos como desvios dos princípios da Reforma. A polarização política partidária tem impactado as comunidades de fé, levando crentes a se distanciarem uns dos outros devido a discordâncias políticas, muitas vezes negligenciando a unidade e o amor que Cristo nos ensinou.

A intolerância demonstrada por grupos fundamentalistas, como exemplificado em 3 João 9, representa um desvio dos princípios de amor e tolerância ensinados por Cristo.

Os cristãos são exortados a não seguir o exemplo de Diótrefes, mas sim a praticar o perdão, a justiça e o amor para com todos, independentemente de suas implicações ou divergências políticas. Muitos estão agindo de forma semelhante a Diótrefes, esforçando-se incansavelmente para restringir o acesso de outros ao local onde pecadores são confrontados e têm a oportunidade de conhecer a justiça perfeita de Cristo.

Somos chamados pelo Evangelho a buscar a paz, em vez do ódio e da intolerância. Como afirmado em Mateus 5:9: “Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus”. A busca pela paz e reconciliação são princípios fundamentais do cristianismo que não devem ser subestimados.

Cristo é o único e verdadeiro caminho para o perdão e a justiça. Ele suportou o sofrimento e a morte para que pudéssemos ser reconciliados com Deus, demonstrando o perdão divino em sua forma mais profunda. No entanto, é lamentável observar que uma minoria hoje parece ignorar esse exemplo, optando por trilhar um caminho de divisão e intolerância. O Dia da Reforma Protestante é um lembrete de que a igreja tem a capacidade de se renovar, retornando às raízes de sua fé.

Oro por uma igreja livre de hipocrisia, onde a força da nossa fé se reflita na maneira como vivemos nossas crenças reformadas de forma implacavelmente contextual. Uma igreja verdadeiramente Uma igreja REFORMADA, EVANGÉLICA e IGUALITÁRIA. Hoje, a igreja tem a oportunidade de vivenciar uma renovação dinâmica ao voltar-se para o cerne do evangelho e da graça de Deus.


APOIE A SEARA NEWS – Clique AQUI e saiba como
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
Se encontrou algum erro, deseja sugerir uma pauta, ou falar conosco. Clique aqui.
- Publicidade -

LEIA MAIS...

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

LEIA TAMBÉM

ARTIGOS E DEVOCIONAIS

O Cristão e a Política

Doutrinas dos antigos

Pagar o preço?

- Publicidade -
Suprema Contabilidade
- Publicidade -Anuncie em Seara News
- Publicidade -
Rádio Seara News