Qual é o conceito de adoração inserido na poesia bíblica?
Jovens cristãos prestando adoração a Deus. | Foto: Reprodução

A verdadeira adoração encontrada nas escrituras exalta a Deus em todas as circunstancias da vida.

Por Jhones Bazelatto

Em uma alta analise exegética dos livros poéticos da bíblia, encontramos uma diversidade de temas e de palavras figurativas que eram contribuintes para adoração judaica naquele tempo, como por exemplo: amor, vida, sofrimento, Sabedoria etc.

Por mais diferente que seja a linguística desses livros, existia um conceito de adoração inserida nessas poesias que eram de atribuir todas as coisas a Deus, sendo conquistas ou as diversidades a finalidade era de engrandecer e exaltar o nome do Senhor.

Propriamente encontramos na canção (Salmo) de Moises, no livro de Êxodo, o autor descrevendo o contexto histórico de Israel desde a saída do Egito até a travessia do mar vermelho, atribuindo todas as conquistas por mérito do Senhor, fazendo assim uma exaltação o seu nome.

“Então, cantou Moisés e os filhos de Israel este cântico ao SENHOR; e falaram, dizendo: Cantarei ao SENHOR, porque sumamente se exaltou; lançou no mar o cavalo e o seu cavaleiro. O SENHOR é a minha força e o meu cântico; ele me foi por salvação; este é o meu Deus; portanto, {Heb. e o louvarei} lhe farei uma habitação; ele é o Deus de meu pai; por isso, o exaltarei. O SENHOR é varão de guerra; SENHOR é o seu nome” (Êxodo 15.1-3).

Observe que a letra dessa canção não falava sobre possíveis vitorias que eles poderiam alcançar, mais descreve sobre vitorias que o Senhor lhes já tinha proporcionado. Nessa canção ele fez uso natural daquilo que o Senhor havia feito, e não transformou isso em um determinismo para motivar o povo dizendo que sempre seriam vitoriosos; ele apenas exaltou a Deus por aquilo que ele fez. Isso é o que a bíblia nos ensina, a buscarmos a vontade de Deus e não a nossa, com objetivo de exaltar somente a ele, e essa é a linha de todas as poesias bíblicas.

Esse conceito é diferente dessa linguística antropocêntrica que vemos hoje em muitas canções entoadas dentro e fora dos templos, que buscam descrever apenas o sentimento ou a conquista do homem sem nenhuma atribuição de exaltação a Deus. Na verdade, a letra dessas canções utiliza Deus como um meio para conseguir suas conquistas e objetivos; além disso, essas composições torcem a verdadeira adoração encontrada nas escrituras, cujo a única intenção é de exaltar a Deus em todas as circunstancias da vida; são canções heréticas que alteram o verdadeiro conceito da Adoração, e muitos ao fazerem uso dessas canções pensam estão adorando a Deus quando na verdade não existe nenhuma adoração na letra dessas músicas.


Colabore com o trabalho do portal Seara News, contamos com seu apoio para ampliar e fortalecer nossa atuação, acesse agora apoia.se/searanews e faça sua doação.

Seara News 25 anos

DEIXE UM COMENTÁRIO ABAIXO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui