spot_img
spot_img
28.9 C
Vila Velha

Espírito Santo fecha primeiro semestre de 2019 com resultado superavitário

EM FOCO

Seara News
Seara News
SEARA NEWS é o primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo, um aporte eficaz na comunicação, com conteúdo informativo orientado por linha editorial baseada nos princípios bíblicos; e enfoca os matizes do contexto cristão ao redor do mundo.
Palácio Anchieta, Sede do Governo do Estado do Espírito Santo
Palácio Anchieta, Sede do Governo do Estado do Espírito Santo (Foto: Fernando Madeira/ A Gazeta)

Os dados são do Painel de Controle da Macrogestão Governamental do Estado.

O Estado do Espírito Santo encerrou o primeiro semestre de 2019 mantendo o resultado orçamentário superavitário. Assim como nos cinco primeiros meses do ano, em junho, o Estado gastou menos do que arrecadou e fechou o mês com superávit de R$ 89,84 milhões. A arrecadação foi de R$ 1,42 bilhão e o gasto de R$ 1,33 bilhão. Na comparação com o mês anterior (maio/2019), houve uma queda de -22,77% na arrecadação. Já comparando com o mesmo mês do exercício anterior (junho/2018), a arrecadação cresceu 18,01%. Os dados são do Painel de Controle da Macrogestão Governamental do Estado, divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-ES).

A despesa liquidada do Estado em junho de 2019 (R$ 1,33 bilhão) teve uma queda de -1,65%, em relação a maio de 2019, e um aumento de aproximadamente -2,07%, em comparação a junho de 2018 (R$ 1,36 bilhão).

Pessoal

A Receita Corrente Líquida (RCL) do Estado chegou a R$ 14,5 bilhões no mês de junho de 2019, um crescimento de 1,14% em relação a maio de 2019, e um aumento de 15,17% em relação a junho de 2018. O mês de junho de 2019 foi o maior resultado obtido nos últimos 12 meses, seguindo uma tendência de alta a partir de julho de 2018. Registra-se que a RCL não é um parâmetro econômico, mas fiscal. Em junho de 2019, as despesas com pessoal para fins fiscais de todos os Poderes e Órgãos estão abaixo dos limites legais.

Em vista da volatilidade dos recursos dos royalties, destaca-se que o peso dos royalties computados na RCL vem crescendo nos últimos 12 meses: em julho de 2018 era de 11,19% e em junho de 2019 passou para 12,93%.

Previdência do Estado

Com relação à situação da Previdência do Estado, até junho de 2019, as receitas previdenciárias dos Fundos Financeiro e Previdenciário do Estado totalizaram, respectivamente, R$ 245.516.805,05 e R$ 439.974.966,11. Quanto às despesas previdenciárias, observa-se que no Fundo Financeiro representam R$ 1.382.159.644,30, enquanto as despesas do Fundo Previdenciário correspondem a R$ 41.973.403,49, o que acaba por gerar um déficit previdenciário no Fundo Financeiro de R$ 1.136.642.839,25 e um superávit previdenciário no Fundo Previdenciário de R$ 398.001.562,62. Em vista disso, o resultado previdenciário consolidado dos Fundos foi deficitário em R$ 738.641.276,63 até o mês.

Considerando que flutuações na receita de compensação financeira impactam diretamente na RCL e que os recursos dos royalties não podem ser gastos com pessoal e, ainda, as regras de cômputo do aporte da cobertura do déficit do RPPS, o TCE-ES segue fazendo alertas aos jurisdicionados com simulações trazidas pelo painel que apontam o percentual previsto de despesa total com pessoal considerando os múltiplos cenários de redução da receita de compensação financeira (royalties).

Fonte: ESHoje

DEIXE UM COMENTÁRIO_____________________________
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
- Publicidade -

LEIA MAIS...

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

LEIA TAMBÉM

ARTIGOS E DEVOCIONAIS

- Publicidade -
Suprema Contabilidade
- Publicidade -Anuncie em Seara News
- Publicidade -
Rádio Seara News