Voto branco ou nulo: outros decidindo por mim

0
57

Voto branco ou nulo: outros decidindo por mim

Além de não possuir eficiência alguma como protesto, votar branco ou nulo outorga a terceiros o direito de escolha.

Por Edenin Pontes/Seara News

Muitas pessoas encontram-se desiludidas com os representantes políticos de nossa nação e costumeiramente, nos períodos eleitorais, manifestam-se a favor do voto branco ou nulo e ainda procuram convencer outros a seguirem por este caminho como forma de protesto.

Mas de fato, votar branco ou nulo é uma forma eficaz de protestar para que haja uma mudança em nosso país? Ou, por ventura é capaz de promover a anulação das eleições? Obviamente que a resposta é não!

Em recente vídeo postado por Deltan Dallagnol em suas redes sociais, o procurador da força-tarefa da Operação Lava-Jato em Curitiba explica veementemente que não existe outra resposta para estas indagações que não seja a negativa: “não”.

A consequência de votarmos branco ou nulo é, nada mais nada menos, que outorgar a terceiros o direito que nos é assistido pela democracia de tomarmos nossas próprias decisões, aceitando que outros façam em nosso lugar as escolhas dos futuros representantes de nossa nação.

“Quando você vota branco ou nulo, o que você está fazendo é deixar que as outras pessoas decidam por você”, alerta Dallagnol.

Ao invés de optarmos pelo voto branco ou nulo como forma de protesto, visto que esta não possui eficácia alguma, devemos protestar de maneira eficiente, fazendo valer o direito que nos é assistido.

Devemos avaliar cada candidato com o intuito de encontrarmos aqueles que não estão envolvidos com a podridão da corrupção e atendam às expectativas para a defesa dos valores cristãos, da preservação da vida e da família tradicional.

“Se a pessoa se dedicar a buscar candidatos, especialmente a deputado federal, estadual e senador, com um pouco de esforço, acha alguém com passado limpo e que tem uma visão de mundo que atende à sua expectativa em relação ao governo no futuro”, afirma Dallagnol em coletiva de imprensa.

Assista ao vídeo

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome