Você é um crente não convertido
Homem com a Bíblia | Foto: Pixabay

O que é necessário para haver uma verdadeira transformação?

Por Anne Neves Barcellos

“Você é um crente não convertido” – Sim, eu sei, esta afirmativa assusta e faz você responder à tela: “Eu não! Eu sou crente convertido, sim”. Bom, já que você tem uma réplica, eu deixo minha tréplica para uma reflexão.

A palavra conversão vem do latim “conversio” e significa deixar de ser uma coisa e passar a ser outra; transformar-se; modificar o sentido, a direção de um caminho. Analisemos estes significados:

“Deixar de ser uma coisa e passar a ser outra”. É fato que inúmeros protestantes em seus testemunhos dizem: “Eu era um drogado, mas, encontrei Jesus”, ou “Eu era um farrista, mas, encontrei Jesus”, ou ainda “Eu era um perdido, sem limites, mas, encontrei Jesus”.

Enfim, os “Eu era” são tão incontáveis quanto os “encontrei Jesus”. Mas, veja bem, você não encontrou Jesus! Afinal, o perdido, o cego, o drogado, o qualquer outra coisa era você e não Jesus! Ele que te encontrou, Ele que te acolheu, Ele que é o Deus vivo, Ele é quem faz nova todas as coisas.

Sendo assim, o mínimo que você tem que fazer é SER como Ele foi quando se fez homem entre nós. O seu mínimo é levar sua cruz sem reclamar.

“Transformar-se”

Na diversa e maravilhosa natureza que Deus criou, ele fez alguns animais que passam por mudanças drásticas em seu corpo, em seu modo de ser. A borboleta é um exemplo de um bicho desses.

Estes animais nascem de ovos e, de lá saem umas lagartas molengas, estranhas e que comem muito (pois esta é a fase da vida que elas precisam se alimentar bem). Depois disso, esta lagarta vai para a fase da pupa ou casulo e lá ela não se alimenta de nada. Quando a borboleta está pronta ela sai da pupa. Mas, para isto, ela tem de rasgar o casulo, tem que se esforçar, lutar para sair voando e dar início a um novo ciclo de vida.

Diante deste cenário, vemos que para haver uma transformação, é necessária uma boa quantidade de alimento, jejum e uma vontade absurda de voar.

Se você não se alimentar da palavra de Deus, não jejuar e orar, não aceitar suas circunstâncias com vontade de viver e ficar, apenas, fazendo nada para descansar depois, sinto lhe dizer: a sua vida NUNCA será, verdadeiramente, transformada. A sua conversão não é verdadeira, o seu falar de Jesus é vazio e sem sentido. Viver com Jesus é estar disposto a ser transformado.

“Modificar o sentido, a direção de um caminho”

Uma das piores sensações é ir à um lugar que você nunca foi e se perder durante o trajeto. Já percebeu como é uma situação apavorante?

Você quer chegar onde precisa, mas, não sabe por onde. Apela para o GPS, pergunta às pessoas na rua, liga para a pessoa que está lhe esperando. Enfim, busca vários meios de chegar ao local de destino.

Quando alguém se converte é assim também! Está perdido e quer chegar ao céu. Quer ser diferente, quer seguir por outro caminho. Por isso, começa a ir aos cultos, à Escola Dominical, a todas as festividades da igreja; se o pastor a chama para varrer o pátio, varre; se é para lavar o templo, lava; se é para fazer qualquer coisa, essa pessoa faz. Até “crentês” começa a falar! Em pouco tempo tem vários versículos decorados e, quem olha diz: “Vejam! Fulano é mesmo uma benção”. Mas, será mesmo? E o coração desse convertido, como está?

Ser convertido não é apenas frequentar uma igreja, ter um ministério, cantar, pregar, dar aula de EBD, varrer pátios de igrejas, distribuir folhetos, ir para África. Não!

Ser convertido é AMAR. É, nada mais do que, carregar sua cruz sem reclamar, engolir seco quando sua vontade é de bater em quem te ofendeu; não guardar mágoa, suportar uma situação difícil em prol do outro, falar não quando seu desejo e dizer sim; SERVIR, trabalhar honestamente e saber que sua família precisa daquilo, se humilhar, estar sob a missão de Alguém que é o Único e verdadeiro dono da sua vida.

AMAR não é sentimento. Amor é entrega, é renúncia, é vida casta, santa; é se dar ao outro ainda que ninguém lhe diga nem um “obrigado”.

Amor é não ficar falando só dos seus problemas, é saber ouvir até quando o outro está em silêncio, é garantir que sua família está bem e segura, é viver de modo a agradar ao seu Senhor da maneira como ele quer ver sua vida convertida ao Seu senhorio.


DEIXE UM COMENTÁRIO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
.
Seara News 25 anos

1 COMENTÁRIO

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui