A Teologia do Deus Matador

1
117

a teologia do deus matadorTive um susto outro dia ao ouvir a mensagem do pastor David Miranda, mas, ao mesmo tempo me senti aliviado. O susto foi pelo 'revelamento' que diz ter tido o fundador da Igreja Deus é Amor que segundo pregou aos fiéis, Deus quem havia lhe revelado que todo aquele que se converteu na Igreja do pregador Miranda, e que saiu para outra igreja, se não voltar para a Igreja de origem, Deus vai matá-lo. Isso mesmo, vai morrer! Bem, logo dei graças a Deus por que estou fora da lista, passei na Batista, mas me converti na Assembleia, por isso desse mal não morrerei.

Por falar em “Deus vai matar”, esse negócio ta na moda hoje em dia, o pastor Melvim canta “Deus vai te matar e te ressuscitar” tudo bem que ele fala de matar o velho homem e ressuscitar um novo homem. Assisti um vídeo onde um pateta (digo, profeta), mandou uma mensagem para a cantora Damares, o sujeito (digo, irmão) disse que havia pedido a Deus em oração a famosa artista gospel, mas, parece que há um pequeno empecilho, a moça é casada, então Deus teria dito ao tal vidente (digo, crente), que para satisfazer o desejo de seu coração (de tomar por esposa a mulher do próximo) mataria o esposo dela. No final do vídeo em que aparece o rapaz, ele declara “Damares, eu te amo”.

– Video (Pr. Melvim: Deus vai te matar e vai te ressuscitar)

Duas coisas me chamaram a atenção nesses episódios; A primeira é que em ambos os casos, os oráculos desses contos (digo, histórias) falam que tiveram audiência com Deus e que Ele prometeu “matar” para dar resposta aos seus “santos” servos.   Não, que Deus não possa matar, pois Ele é Deus mata e faz viver, mas, as circunstancia e o contexto em que é apresentada a fábula (digo, o fato) é que nos faz pensar que tem algo de errado nessa historieta.

No primeiro caso, o reverendo David, deixa claro que salvação só tem na Igreja que ele preside, parecendo ser uma espécie de messias, e que todas as outras igrejas cristãs a julgar pela sua oratória, são heréticas. Depois, parece que o missionário se coloca como vigário de Deus, ou seja revelação divina é com ele.

– Mensagem do Pr. David Miranda

No segundo caso, vemos um menino espiritual, talvez até alguém com distúrbios mental, que não tem noção das bobagens que fala, que não tem conhecimento bíblico, e se é uma pessoa séria, não deve estar frequentando cultos de doutrina e ensinamento de sua igreja, pois, por mais que a congregação tenha movimentos espirituais em excesso (meninices), não creio que o seu líder apoiaria tal aberração.

– Homem afirma que "Deus" vai matar o marido da Damares e depois lhe dará como esposa

O triste disso tudo, é que existe um grupo de pessoas antipentecostais que se aproveitam de fatos isolados como esse para tentar desfazer da atualidade dos dons espirituais e até ridicularizar os pentecostais tradicionais, sem fazer diferença entre os que professam a genuína fé pentecostal e os novos movimentos espúrios.

Apesar da indignação que alguém sente e que sentimos também, e o repúdio a fatos como os que aqui estão sendo apresentados, é interessante quando alguém abordar o tema, ser honesto e não usar de má fé, tendo uma honestidade intelectual em suas colocações.

 Não se deve apresentar fatos isolados só porque satisfazem aquilo que acreditam para atacar pessoas sérias e igrejas tradicionais.

“Vede agora que eu, eu o sou, e mais nenhum deus há além de mim; eu mato, e eu faço viver; eu firo, e eu saro, e ninguém há que escape da minha mão” (Deuteronômio 32.39).

O texto acima não respalda as estórias contadas pelo pastor Miranda e o jovem apaixonado simplesmente porque há um contexto que envolve o antes e o depois desse versículo como se segue.

Fatores que colaboram com a morte do homem

A escolha do homem

“Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência” (Deuteronômio 30.19).

O salário do pecado

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor” (Romanos 6.23).

A vida de impiedade

“Não sejas demasiadamente ímpio, nem sejas louco; por que morrerias fora de teu tempo?” (Eclesiastes 7.17).

Deus mata no sentido de que a morte lhe é sujeita, e que é juíza de Deus contra o pecado, mas, não que Deus saia por ai matando as pessoas para satisfazer o ego e a vaidade de alguém.

Pelo contrário Deus quer nos transmitir vida e essa com abundancia, como disse Jesus: “O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância” (João 10.10).

Portanto, esse terrorismo que andam pregando por ai, do Deus matador, não tem base bíblica, não merece tanto crédito, e essa coisa de dizer que Deus me falôu, deve ser analisado a luz da Bíblia, pois, já virou chavão na boca de alguém, mas, ai daquele que profetiza falsamente.

E disse-me o Senhor: Os profetas profetizam falsamente no meu nome; nunca os enviei, nem lhes dei ordem, nem lhes falei; visão falsa, e adivinhação, e vaidade, e o engano do seu coração é o que eles vos profetizam. Jeremias 14:14
Tenho ouvido o que dizem aqueles profetas, profetizando mentiras em meu nome, dizendo: Sonhei, sonhei. Jeremias 23:25

Isso sim, é bíblico.

Robson Aguiar, pr.

1 COMENTÁRIO

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome