Temendo as pessoas
Incrível como uma crítica mexe tanto conosco, enquanto um elogio entra em um ouvido e sai pelo outro | Foto: Pixabay

Nossa geração foi enxertada pela ideia de temor às pessoas

“Não é de admirar que não possam crer, pois vocês honram aos outros, mas não se importam com a honra que vem do único Deus” (João 5.44).

No terceiro período de Teologia, tive umas das minhas melhores leituras, direcionada pela minha professora de Aconselhamento Bíblico. Falávamos em nossas aulas sobre como colocamos as pessoas no centro de nossas vidas, e não é de se admirar, como disse o próprio Jesus nesse texto. Tudo fez sentido nesta manhã, quando embarquei nas Palavras do Mestre, e entendi que nossa geração foi enxertada pela ideia de TEMOR AOS HOMENS, atitude que nos controla.

Buscamos mais a aprovação das pessoas do que do Deus que sabe quantos fios de cabelo cada ser humano possui.

Declaramos total dependência (emocional, sentimental, material e espiritual) de Deus, mas com nossas atitudes tememos o homem. Temor que vem camuflado, que outrora é visto como natural. Não, Deus não nos criou assim.

SENTIMENTO DE VAZIO — Necessidade de ser completo por alguém. Grande sinal que as pessoas nos controlam.

CONTENTADOR DE PESSOAS — Não conseguimos dizer NÃO as pessoas, ao nosso Deus qualquer desculpa vale.

AUTO-ESTIMA — Grande parte do dos problemas relacionados a auto-estima é decorrente de comparações e consequentes frustrações por girarmos nossa vida em torno do outro.

ENVERGONHAR FACILMENTE — Grande sinal que as pessoas e a opinião que possuem sobre nós, define-nos. A opinião dos outros é tão importante, ao ponto de ser controlada por ela.

Poderíamos aqui citar tantos exemplos, dietas camufladas de “saúde” em busca do elogio do homem, a mentirinha, capaz de fazer com que pareçamos melhores diante das pessoas.

O medo da exposição, humilhação, desprezo — damos aos outros o poder e o direito de nos dizerem o que sentir, pensar e fazer.

Incrível como uma crítica mexe tanto conosco, enquanto um elogio entra em um ouvido e sai pelo outro. “VOCÊ ESTÁ LINDA (O)”. Serio? É mesmo? Quantas dúvidas… E depois de alguns minutos esquecemos tão facilmente, e uma má palavra é tão poderosa para fazer-nos desistir de um sonho. Temor do homem?

Os fariseus não crerem em Jesus, pois, seus méritos mais valiosos provinham do reconhecimento humano, porque amaram mais a glória dos homens do que a glória de Deus” (João 12.43). ELES TEMIAM A REJEIÇÃO MAIS DO QUE TEMIAM A DEUS.

Estou me baseando mais em Cristo ou no reconhecimento favorável dos outros?

O apóstolo Paulo nos exorta que: “Judeu verdadeiro é quem o é no íntimo, e circuncisão verdadeira é a do coração, feita pelo Espírito, e não pela letra da lei, recebendo assim a aprovação de Deus, e não das pessoas”.

Não interprete tal para deliberar-se no mal testemunho perante os homens, mas para alertá-los as cargas impostas por nós mesmos.

“O tratamento mais radical para o temor do homem é o temor do Senhor. Deus deve ser maior que as pessoas para você”, Edward T. Welch

Não se contente com a glória humana, ela é efêmera e fútil!

“Quem teme ao homem arma ciladas, mas o que confia no Senhor está seguro” (Provérbios 29.25).

[ O texto acima é de colaboração voluntária, sendo seu teor de total responsabilidade do autor ]
DEIXE UM COMENTÁRIO_____________________________
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui