Sudão do Sul receberá mais de 50 mil Bíblias por instituições missionárias
Container com Bíblias a serem entregues pelos missionários no Sudão do Sul. (Foto: Reprodução / Mission Cry)

Com cerca de 12 milhões de habitantes, o Sudão do Sul é um dos países mais pobres do mundo. Cerca de 50.000 pessoas serão beneficiadas com o envio de Bíblias e livros cristãos.

O Sudão do Sul, país localizado na África central, celebra oito anos de independência nesta terça-feira (09). Essa é a data em que o país se separou do Sudão, após 22 anos de guerra civil.

Seu povo acreditava que a independência traria a desejada paz, mas não foi tão fácil. Certas partes do Sudão do Sul ainda lutam para obter a paz.

Com cerca de 12 milhões de habitantes, o Sudão do Sul é um dos países mais pobres do mundo. A frustração oriunda da pobreza, aliada as tensões étnicas e políticas, levou a um ressurgimento da violência. Tudo isso apenas dois anos após sua independência.

Nesse contexto conturbado, missionários trabalham para que a Palavra de Deus alcance os sul-sudaneses.

A Mission Cry é uma das instituições que está apoiando os Ministérios de Alcance Distante no Sudão do Sul. Juntos farão o envio de Bíblias e livros cristãos para 50.000 pessoas. Alguns desses recursos vão para o exército do Sudão do Sul e para a escola de capelania de Wes Bentley.

“Somos muito gratos a Deus. É realmente um milagre fazer parceria com Bentley e ver o trabalho que ele fez lá, e também acompanhar seu ministério, como fazemos em todo o mundo, e poder oferecer às pessoas a Palavra de Deus e livros cristãos. Estamos animados”, relatou Jason Woolford, da Mission Cry.

A maioria das Bíblias e livros cristãos da Mission Cry são usados e chegam ​​como doações. Mesmo assim, recentemente tiveram falta de Bíblias usadas para enviar ao Sudão do Sul.

Em resposta, o ministério criou sua Bíblia Christian Cryschristian, que tem um programa de discipulado G300 da Woolford no verso. Esse novo recurso também está entre os embarques para o sul do Sudão.

Cristãos sem Bíblia

Embora quase 60% da população do Sudão do Sul seja cristã, as Bíblias no país são escassas, diz Jason Woolford. “Alguns dos problemas são recursos. Você não pode entrar em uma loja e comprar uma Bíblia. E se você pudesse, você não teria dinheiro para isso”, explica.

O Sudão do Sul passou a ser campo missionário de Woolford por meio de seu parceiro ministerial Wes Bentley.

“Nós temos um testemunho semelhante. Não crescemos na igreja, servimos no Corpo de Fuzileiros Navais, onde fomos salvos n e depois entramos para o ministério em tempo integral”, conta Woolford.

Bentley ministrou no Sudão do Sul por 20 anos através do Far Reaching Ministries. Ele liderou várias pessoas no exército do Sudão do Sul e as levou até o Senhor. Agora o exército nacional envia suas tropas para receberem treinamento em sua escola de capelania.

“Uma das coisas que realmente me impactaram, foi quando meu amigo [Bentley] me contou sobre algumas das histórias em que contava sobre esses capelães que perderam muito”, diz Woolford.

“Ele disse: ‘Jason, quando você chegar em outubro, algumas das pessoas que você estará ministrando, não as verá novamente se voltar aqui, porque elas estão na linha de frente falando sobre Deus e perdendo suas vidas.’”

Parceiros na evangelização

Existem várias maneiras de você fazer parceria com o Mission Cry e encorajar os crentes do Sudão do Sul. Primeiro, Woolford diz que eles precisam desesperadamente de oração.

“Onde quer que o diabo tenha uma fortaleza, ele luta arduamente e vem contra aqueles que estão tentando fazer uma mudança lá. Então, ore por Wes Bentley, por mim, pelo ministério do Mission Cry e pelos ministérios de grande alcance que se unem neste empreendimento”, pede Woolford.

Além disso, a Mission Cry sempre precisa de Bíblias e livros cristãos usados. Woolford diz que o impacto espiritual de cada Bíblia e livro cristão no Sudão do Sul é inestimável.

“Você e eu temos a oportunidade e a capacidade de fazer uma mudança na vida de alguém que é eterna, mas também ensiná-los a lutar na batalha enquanto estão nesta terra”, esclarece.

Com informações do Portal Guiame
DEIXE UM COMENTÁRIO_____________________________
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui