Síria precisa do evangelho ao invés de mísseis!

0
30

Síria precisa do evangelho ao invés de mísseis!

"A verdade e o poder do Evangelho fazem toda a diferença no mundo".

Por Dan Delzell

A mensagem do Evangelho muda o coração dos homens. Transforma assassinos de sangue frio e inimigos em embaixadores da paz, do amor e da esperança.

Basta perguntar ao apóstolo Paulo (ex-Saulo de Tarso), que teve um encontro milagroso cerca de 2000 anos atrás na estrada para Damasco, na Síria. Como os terroristas que estão na Síria hoje, Saulo promoveu a matança de cristãos. Saulo teve um encontro pessoal com Jesus Cristo, na estrada, e ele foi transformado em um homem de paz, pelo poder de Deus.

O que a América pode realizar enviando mísseis na direção da Síria? Como está sendo discutido?

Bem, nós sabemos o que os mísseis não vão fazer. Eles não vão penetrar profundamente o suficiente para mudar os corações dos homens que têm a intenção do mal e todo o tipo de terrorismo. Mísseis não podem mudar os corações dos líderes militares e políticos ou os cidadãos de qualquer país. Os homens precisam de Jesus no coração, se eles estão indo para serem transformados de terroristas em missionários do Evangelho da paz e da salvação. Isso é exatamente o que aconteceu com Saulo, na Síria, há muito tempo.

No entanto, não é apenas a Síria. Olhe para outras nações do Oriente Médio. Quando mísseis americanos ou quaisquer outros mísseis mudaram o coração e a alma de uma nação? Embora a necessidade de uma ação militar pode certamente parecem justificadas, às vezes, não vamos nos iludir. O Oriente Médio nunca vai experimentar mudança para melhor só por mísseis. Essas armas não penetrar profundamente o suficiente para transformar um país.

O que a Síria precisa hoje são algumas "bombas" de um tipo diferente. O tipo que traz mudança verdadeira e duradoura para a paz. O apóstolo Paulo chegou a aprender em primeira mão sobre o poder dessas armas. Ele escreveu: "As armas com que lutamos não são as armas deste mundo. Pelo contrário, elas têm o poder divino para destruir fortalezas. Destruímos argumentos e toda pretensão que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levamos cativo todo pensamento ​​para torná-lo obediente a Cristo" (2 Coríntios  10.4,5). Falar sobre armas poderosas!

América foi fundada em grande parte por pessoas que profundamente apreciavam e usavam a abordagem feita pelo apóstolo Paulo. Foram pessoas fundamentadas nas Escrituras e cheias de amor cristão. Acreditavam firmemente na mensagem do evangelho, do perdão, por meio da fé na morte de Cristo na cruz. É em forma tudo o que fizeram e tudo o que desejavam ver na experiência da América como uma nação.

E o que vemos nos Estados Unidos hoje, séculos mais tarde? Um país que ainda é livre. Uma nação onde ninguém é obrigado a seguir uma religião em particular. Um país onde as igrejas cristãs, sinagogas judaicas, e mesquitas muçulmanas recebem proteção real por parte das autoridades locais e nacionais. E uma terra onde ninguém é jogado na prisão, ou pior situação, por causa de suas crenças religiosas.

A liberdade é algo que os terroristas não sabem nada. Na verdade, o apóstolo Paulo descreveu o que ele estava fazendo na Síria, quando ele ainda era um terrorista. "Eu perseguia os seguidores deste Caminho até à morte, prendendo homens e mulheres e jogando-os na prisão, como também o sumo sacerdote e todo o conselho pode testemunhar. Eu mesmo obtive cartas deles para seus irmãos em Damasco e fui lá para trazer essas pessoas como prisioneiros para Jerusalém para ser punidas" (Atos 22.4,5).

Então você vê. A mudança pode acontecer até mesmo na Síria. Foi o que aconteceu com Saulo. E olhe para os resultados de seu trabalho missionário e suas cartas. O amor de Deus foi derramado em seu coração, e a mensagem de Paulo, então, entregue aos santos produziu amor e paz para incontáveis ​​milhões.

Da mesma forma, os fundadores da América foram amplamente fundamentados no amor de Cristo e Seu Evangelho. Nosso país continua a usufruir os efeitos abençoados desta mensagem poderosa até hoje. Bênçãos semelhantes poderiam vir à Síria e as pessoas de lá se eles se voltassem para Jesus em arrependimento e colocar sua confiança nEle para esta vida e a vida futura.

A Síria precisa desesperadamente do Evangelho ao invés de mísseis. Observando mais, vai penetrar profundamente o suficiente para transformar assassinos em seres humanos caridosos e compassivos.

Nós podemos aprender muito com a história, e daqueles que praticaram a mensagem cristã do amor, que proclamaram. Era mais do que falar. Ele tinha o poder, e que resultou em mudança. A verdade e o poder do Evangelho fazem toda a diferença no mundo. Seria prudente aos líderes da América em Washington considerar o incrível poder destas "armas" cristãs.

O terrorista Saulo pessoalmente experimentou esse poder divino, e o resto é história. Mas será que podemos aprender com a história, ou apenas continuar repetindo os mesmos erros uma e outra vez?

Dan Delzell
Pastor da Igreja Luterana em Wellspring Papillion, Nebraska Ele é um contribuinte regular ao The Christian Post.

The Christian Post (texto original em inglês)
Tradução: Seara News

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome