Simão Jatene participa de reunião da Convenção das Assembleias de Deus

0
71

Simão Jatene participa de reunião da Convenção das Assembleias de DeusO governador (c) e diretores da Comieadepa visitaram o Hospital Galileu.

O governador Simão Jatene foi recebido nesta quinta-feira (8), na reunião de diretores e supervisores de áreas da Convenção Interestadual de Ministros e Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Estado do Pará (Comieadepa), localizada na Rodovia Mário Covas, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém. A reunião foi presidida pelo pastor Gilberto Marques, e contou com a participação do presidente da Convenção das Assembleias de Deus no Brasil, pastor José Wellington.

Cerca de 300 pessoas participaram do evento. A Convenção tem cerca de 800 mil fiéis no Pará, Estado onde foi fundada, em 18 de agosto de 1921, a primeira Convenção das Assembleias de Deus do Brasil.

Segundo o pastor Josué Almeida, consultor da Convenção e supervisor da região Sul do Pará, a Assembleia de Deus está presente nos 144 municípios paraenses. "Temos um total de 3.280 pastores em todo o Estado", informou, acrescentando que, além da Convenção, existe a Associação Amazônica Evangélica, entidade social cujos trabalhos são direcionados à cidadania indígena.

Simão Jatene foi recebido pelo pastor Gilberto Marques e demais diretores da Convenção. O presidente da Comieadepa agradeceu a presença do governador, do prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro, e do deputado federal Zequinha Marinho. "Fico feliz com a participação de autoridades na nossa reunião, e peço a Deus que suas ações sejam voltadas à melhoria de vida de nossa população", disse o pastor.

O governador declarou que a alegria de participar daquele momento era potencializada pelo desejo de muitos anos de vida ao pastor Gilberto Marques, que fez aniversário nesta semana. Jatene também agradeceu a presença no Pará da autoridade maior da Assembleia de Deus, pastor José Wellington. "Tenho certeza que o que nos une é a vontade de fazer o melhor por este Estado", afirmou, e citou a transformação do Hospital Galileu em um hospital público de retaguarda. "Mais do que uma obra em concreto, o Galileu tem essa dose de determinação de um povo que não se curva diante das dificuldades", ressaltou. Ele disse ainda que, com fé, é possível fazer um mundo melhor. "Não dá para fazer transformação sem uma força superior que nos conduz", afirmou o governador.

Parceria – Para superar a violência, que tanto preocupa a sociedade atual, Jatene disse ser necessária uma mudança de comportamento de toda a população. "A mudança está em nossos corações. Nenhum governo tem competência para fazê-la. Estado e igrejas têm que estar juntos na construção de uma sociedade mais justa e fraterna", reiterou.

O governador pediu a parceria dos religiosos para vencer a violência. "O governo pode chegar até a porta das casas, mas são as igrejas que entram nas casas e nos corações das pessoas. Aí é que começa a transformação", disse Simão Jatene.

Galileu – Após a reunião, governador e diretores da Comieadepa visitaram o Hospital Galileu, que começará a atender a população a partir da próxima semana, recebendo 20 pacientes cardiopatas do Hospital de Clínicas Gaspar Viana. A visita foi monitorada pelo diretor do Galileu, Paulo Czrnhak.

O secretário de Estado de Saúde Pública, Helio Franco, disse que durante o final de semana o Hospital será preparado para receber os primeiros pacientes. "Vamos começar com esses pacientes do Hospital de Clínicas, até ocupar os 120 leitos com pacientes do Metropolitano e do Abelardo Santos”, informou.

Segundo Helio Franco, no Hospital Galileu funcionará o projeto Âncora, que atenderá as famílias dos pacientes. O objetivo é treinar os familiares a ajudar os pacientes quando eles receberem alta. "Queremos evitar a reinternação dos pacientes sequelados, cardiopatas, neuropatas e idosos, geralmente causada por pneumonias, fraturas e infecções", explicou o secretário.

Janise Abud
Secretaria de Estado de Comunicação
Fonte: Agência Pará

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome