SENAMI cria campanha de ajuda emergencial para missionários
Pastor Saulo Gregório, secretário executivo da SENAMI, e pastor José Wellington Costa Junior, presidente da CGADB | Foto: Reprodução

Mais de 100 famílias missionárias atendidas pela SENAMI nesta pandemia

Por Dário Ferreira / com edição de Paulo Pontes – Seara News

A pandemia pelo novo coronavírus impôs restrições ao trabalho dos missionários em muitos lugares. Principalmente ao obreiro que atua com plantação de igrejas em regiões afastadas dos grandes centros urbanos como ribeirinhas, sertanejas, indígenas, dentro e fora do Brasil. Frente à crise, a Secretaria Nacional de Missões, coordenada pelo pastor Saulo Gregório, agiu rápido e criou a campanha de ajuda emergencial para socorrer os missionários que atuam no front da evangelização. O valor arrecadado já chegou às mãos de 103 famílias. A Secretaria Nacional de Missões (SENAMI) é o braço missionário da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB).

O secretário executivo da SENAMI, pastor Saulo Gregório, informou que desde que os governos impuseram as quarentenas, chegaram vários pedidos de ajuda das secretarias de missões filiadas a CGADB, não só para missionários que trabalham no Brasil, mas também para missionários brasileiros em países como Moçambique, Peru, Bolívia, Venezuela, Guiné-Bissau, Argentina, Croácia, Nepal, Senegal, Albânia e Mali. A SENAMI promovendo uma ação de auxílio emergencial para amparar os missionários, fez chegar a ajuda financeira para missionários que atuam no Brasil e no exterior.

Piauí

Um dos obreiros contemplados pela SENAMI foi o missionário. Joaquim Clemilson de Sousa França, que desenvolve o trabalho há três anos no interior do Piauí. Ele gravou um áudio para agradecer o apoio. Não conteve as lágrimas e interrompeu algumas vezes a mensagem: “Estou aqui em lágrimas; isso é providência de Deus. Há três anos renunciamos nossos bons salários; minha esposa e eu somos formados, mas abnegamos tudo e abraçamos a obra, e Deus tem mostrado a fidelidade dele, seu amor para com nossas vidas. Louvo a Deus pela SENAMI e por esses homens sérios que estão à frente desse trabalho. Que Deus os abençoe”. O missionário Joaquim Clemilson, sua esposa e filha foram enviados pela Igreja Assembleia de Deus, Guadalupe/PI.

Acre

A contribuição também chegou ao assentamento indígena no Acre, onde está localizada uma tribo em Sena Madureira. O missionário Sabá Isabu Castro Torres Kaxinawá é um obreiro autóctone. Ele também recebeu o auxílio enviado pela SENAMI. A Assembleia de Deus em Sena Madureia/AC, é a igreja responsável pelo missionário.

Outras localidades do Brasil

Do norte do Brasil, o apoio financeiro chegou ao Rio Grande do Norte, nordeste do país, na região de área rural, onde encontra-se o missionário Manuel Agailson Cabral com sua esposa e três filhos.

Senegal

O auxílio atravessou fronteiras e chegou ao Senegal, continente africano. Lá está o missionário Manoel Messias da Silva ao lado da esposa e filho. O trabalho deles contempla crianças e adolescentes carentes. Em 2005, apoiavam cinco crianças. Hoje, entre adolescentes e crianças, são 50. “Vivemos como uma família”, disse o pastor Manoel, que desenvolve os projetos de música, educação e ensino religioso com os alunos. O pastor Manoel e sua família foram enviados pela Assembleia de Deus em Imperatriz/MA.

SENAMI cria campanha de ajuda emergencial para missionários
O trabalho do missionário Manoel Messias com sua esposa e o filho do casal contempla crianças e adolescentes carentes no Senegal. | Foto: Senami

Venezuela

Outra família contemplada foi a do pastor Osvair Braga. Ele é missionário na Venezuela, país que vive há décadas uma crise política e econômica que se agravou com a chegada da Covid-19. O pastor com sua esposa e filhas concentram o trabalho missionário no Estado de San Juan de Los Morros. Estão neste país há 20 anos; e foram enviados pela igreja Assembleia de Deus, Catanduva/SP.

O pastor Saulo Gregório agradeceu a adesão à campanha por parte das igrejas e de pessoas físicas que estenderam as mãos para socorrer a obra missionária. “Louvamos a Deus por todos os nossos coordenadores da SENAMI que abraçaram mais este desafio, não só na divulgação como também dando sua contribuição pessoal. Nossos agradecimentos ao pastor José Wellington Júnior presidente da nossa CGADB/SENAMI, o qual sempre tem dado apoio e incentivo para que estas campanhas possam acontecer. E a todos que participaram nesta campanha, que o Senhor possa recompensá-los”, disse o secretário executivo da SENAMI.


DEIXE UM COMENTÁRIO 
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui