Senado homenageia Centenário da Assembleia de Deus

0
16

Senado homenageia Centenário da Assembleia de Deus

O plenário do Senado Federal ficou lotado na manhã desta segunda-feira (13) durante a sessão especial realizada em homenagem ao primeiro Centenário da Assembléia de Deus. O requerimento para a solenidade foi apresentado pelos senadores Marcelo Crivella (PRB-RJ), Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e Magno Malta (PR-ES).

A sessão, que durou cerca de três horas, foi marcada pelo destaque dado pelos senadores ao importante trabalho social que a igreja desempenha na sociedade. "Este é um movimento que tem sua missão espiritual, mas que garante maior cidadania, justiça social e mostra o caminho correto da conduta pessoal de cada um num tempo onde os valores familiares estão necessitando de urgente resgate", disse Flexa Ribeiro.

Hoje os dados indicam que os evangélicos já somam mais de 36 milhões de pessoas no Brasil. "Os números são importantes, mas escondem a parte mais bonita dessa história. Quantas centenas de milhares dessas pessoas não conseguiram se livrar das drogas através da religião? Cada algarismo representa uma linda história de superação, fé e determinação", disse Flexa Ribeiro.

O senador paraense comentou ainda que é católico, mas que todo cidadão deve valorizar e reconhecer o importante trabalho desenvolvido pelas Assembléias. "Além disso, a Assembleia de Deus hoje é uma igreja mundial, mas tem sua igreja matriarca em Belém do Pará, onde nasceu. Isso sem dúvida é um motivo de orgulho para todos nós, poois é um patrimônio do Pará e do Brasil’, destacou.

Emocionado, o pastor Samuel Câmara foi convidado para fazer um pronunciamento da tribuna do Senado. Ele aproveitou para enfatizar as celebrações que serão realizadas nos dias 16,17 e 18 em Belém e dedicou a sessão aos primeiros pastores. "Vejam que estamos recebendo cada vez mais homenagens. São momentos assim que evidenciam a sintonia da Assembléia de Deus com seu povo e as autoridades da Nação. Nem sempre foi assim e dedico estas homenagens aos pastores que morreram de malária na Amazônia, aos homens e mulheres que construíram e constroem essa Igreja", disse Samuel Câmara.

Para o senador Marcelo Crivella, a igreja é um local em que as pessoas recebem solidariedade e fortalecimento para enfrentar as dificuldades. "É ali, em cada uma delas, que, nos momentos mais duros de solidão e tristeza, nosso povo, sobretudo os mais humildes, encontra alento, paz, na comunhão com os irmãos", disse o senador Crivella.

Mesmo as pessoas que não concordam totalmente com o credo, observou o senador Cristovam Buarque (PDT-DF), devem reconhecer seu papel evangelizador. Segundo o senador, a igreja protege e oferece ascensão espiritual, social e econômica às pessoas.

"Eu considero que o processo de evangelização que houve no Brasil, e a Assembleia de Deus aí dentro, funciona hoje como uma espécie de rede de proteção e escada de ascensão. Uma rede de proteção para todos aqueles que, no Brasil, hoje, vivem como se estivessem caminhando numa corda bamba e encontram nas igrejas uma rede que lhes protegem. E aqueles que já caíram recebem das igrejas uma forma de encontrar o rumo, o caminho e ascenderem outra vez a um papel social" – disse o senador.

Para o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), os governos precisam realizar parcerias com as igrejas. No Brasil, destacou, as diferentes religiões convivem de forma harmônica, o que poderá contribuir para um trabalho conjunto.

– Não podemos prescindir de uma aliança estratégica com as igrejas e, especialmente, neste momento, com as Assembleias de Deus, para que possamos atingir estes objetivos: construir uma sociedade mais justa, mais solidária e mais generosa – disse Rollemberg.

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, participou da homenagem. Não puderam comparecer ao evento, mas enviaram cumprimentos à Assembleia de Deus a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que subscreveu o requerimento para a homenagem quando ainda era senadora, e os senadores Eduardo Braga (PMDB-AM), Gim Argello (PTB-DF), Demóstenes Torres (DEM-GO) e Magno Malta. Um coral de membros da Assembleia de Deus encerrou a homenagem.

Links para o dscurso do pastor Samuel Câmara

Link 1

Link 2

Link 3

Link 4

Link 5

Link 6

Texto com informações da Agência Senado
Foto: Agência Senado

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome