Seita satânica pede tratamento igualitário para expor tela com Satanás caindo do céu

0
60

A exposição da tela com a imagem de Lúcifer foi rejeitada por ser ofensiva.

Seita satânica pede tratamento igualitário para expor tela com Satanás caindo do céu

A seita satânica Satanic Temple encaminhou uma solicitação ao governo do estado da Flórida (EUA), para exibir uma imagem do diabo em uma edificação pública local.

Gerando controvérsias, o grupo deseja apresentar uma enorme tela que traz o anjo Lúcifer descendo ao inferno no Capitólio da Flórida.

O pedido é recorrente, já que a Flórida negou o mesmo pedido do grupo em 2013, já destacando que é um ato “grosseiramente ofensivo”.

Em defesa dos satanistas, o grupo ativista Americans United for Separation of Church and State (AUSCS) enviou uma carta com argumentos de que a exposição não deve sofrer distinção baseada em religião.

Apoiado na 1ª e a 14ª emendas da Constituição dos EUA, os ativistas apelam que está havendo discriminação contra a crença de uma minoria religiosa.

“O Satanic Temple não merece ser censurado, sob a finalidade de ter a chance de ser exibido em um fórum supostamente aberto a todos”, destaca a carta.

A tela estaria destinada a ficar do lado de um presépio e de uma representação ateísta, mas foi rejeitada pelo Departamento de Serviços de Gestão.

Assim como no ano passado, o órgão administrativo aponta que não há como não ver a obra como “flagrantemente ofensiva”.

Por sua vez, o grupo satânico diz que eles não fogem dos padrões de retidão da comunidade e que tem a intenção de contribuir com a pluralidade, enquanto o AUSCS descreve o Satanic Temple como um órgão dedicado à “empatia, autonomia pessoal e raciocínio empírico”.

A tela que causou toda a polêmica retrata uma cena bíblica encontrada no versículo de Lucas 10.18, assim como em Isaías 14.12, que faz referência do momento em que Satanás cai do céu.

Fonte: The Christian Post

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome