A ‘Revolta dos Colonos’ está cada vez mais próxima

0
35

colonos

Já tem colono se posicionando e postando comentários e artigos sobre o assunto, e se continuar assim, não vai demorar e teremos novamente a "revolta dos colonos".

Por Robson Aguiar

Tem liderança achando que pode fazer qualquer coisa sem que seja questionado. Mas, a história mostra vários exemplos de que tudo tem limite e um dia os oprimidos se cansam de serem explorados e se levantam contra o opressor. Então, não vai adiantar apelar para "eisegese" bíblica arrogando ser "ungido", pois o povo não é bobo e a infalibilidade já não é tolerada nem dentro do catolicismo, quanto mais dentro do protestantismo.

O secularismo é evidente dentro da igreja, e estranho é que na nossa Assembleia de Deus, através da Casa Publicadora já lançou até lição de EBD sobre o assunto. Pelo visto, apenas por questão formal, pois vemos que a própria CPAD já está se secularizando quando ao invés de seguir a linha doutrinária da denominação tem enveredado pelo caminho do lucro, publicando obras de doutrina reformada e até herética como foi o caso da Bíblia Dake.

A Convenção Geral, que antes tinha por caráter unir os nossos ministros e através deles as igrejas, deliberando sobre temas atuais e preservando a doutrina assembleana, hoje tornou-se uma mera associação para ser usada de forma política, onde alguns conseguem regalias e projeção, além disso, um cabide de empregos na CPAD.

O império que foi construído na Convenção e na CPAD, não foi fruto de um homem, de um líder ou de uma diretoria, e sim, de todos os assembleanos que cooperaram para essas instituições desde os seus fundamentos. Lembro que a CPAD quase faliu, não fosse a ajuda de todos os irmãos que ajudaram a reerguer a Editora da Assembleia de Deus.

O que é lamentável é ver o descaso da Direção da instituição as vozes que clamam contra seu governo. Isso acontece porque a Convenção está tão estruturada financeiramente que pensar em deixá-la é impensável para quem hoje se encontra no poder. A tendência, é que a Empresa (digo, CGADB e CPAD), sejam repassada para parentes de quem está no domínio da instituição em flagrante oligarquia.

Diante disso tudo são inúmeros os comentários e críticas de pastores assembleanos que diante das ingerências e injustiças cometidas pelos atuais gestores da CGADB, denunciam e proclamam que Deus há de intervir contra os que assim procedem.

A cada dia se alarga o número de ministros descontentes e isso está se refletindo nas igrejas, pois, a internet tem levado ao conhecimento de todos o que acontece dentro da instituição, com isso, já tem colono se posicionando e postando comentários e artigos sobre o assunto, e se continuar assim, não vai demorar e teremos novamente a revolta dos colonos, que não será mais dentro da igreja católica, e sim, nas fileiras assembleanas.

Robson Aguiar, pr.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome