Questões loucas? Estou Fora!

0
329

Questões loucas? Estou Fora!por Ciro Sanches Zibordi

Por duas vezes, nas cartas paulinas pastorais, a Palavra de Deus ordena que fujamos de questões loucas. Em 2 Timóteo 2.23 está escrito: “rejeita as questões loucas, e sem instrução, sabendo que produzem contendas”. E, em Tito 3.9, lemos: “não entres em questões loucas, genealogias e contendas, e nos debates acerca da lei; porque são coisas inúteis e vãs”.

Gosto muito de dizer o que penso de modo sincero e contundente, e isso, às vezes, irrita alguns pensadores cristãos. Mas tenho evitado debater com eles. Por quê? Porque a minha intenção, com os meus modestos escritos e pregações, é ajudar pessoas que desejam crescer na graça e no conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo (2 Pe 3.18).

- Publicidade -

Reconheço, humildemente, que tenho segurança quanto ao que tenho exposto e não vou mudar minha opinião para agradar teólogos, escritores e articulistas. E já deixei claro, por exemplo, o meu posicionamento pessoal a respeito de calvinismo e arminianismo. Mas há alguns expoentes, aqui e ali, que fazem questão de me criticar abertamente ou alfinetar. Eles supervalorizam questiúnculas, como o fato de eu ter dito que não sou 100% arminiano nem 0% calvinista…

Há alguns anos, por graça de Deus, decidi que não aceitaria mais desafios para debates na Internet nem responderia a provocações gratuitas. Na verdade, se dependesse da minha natureza — tenho sangue italiano correndo em minhas veias (risos) —, eu pagaria para participar de um debate! Mas fui convencido pelo Espírito Santo a não mais medir forças de modo inglório com ninguém. Portanto, quem quiser discordar, que discorde.

Louvo a Deus por ter aprendido a não me envolver mais em questões loucas. E, se alguém pensa que vou aceitar provocações e desperdiçar o meu precioso tempo em debates inúteis e inglórios, desista. Sou capaz de fazer hora-extra para responder a perguntas de pessoas sinceras que desejam aprender a sã doutrina. Quanto aos desafiadores e promotores de discussões inúteis, que gostam de “cutucar onça com vara curta”, podem “tirar o cavalo da chuva”. ‪#‎FicaADica.

Artigo anteriorEra cristão o jornalista japonês decapitado pelo Estado Islâmico
Próximo artigoQue tempos são estes que estamos vivendo?
Casado com Luciana e pai de Júlia. Pastor na Assembleia de Deus da Ilha da Conceição, em Niterói-RJ; pregador do Evangelho, professor de Hermenêutica, Exegese e Teologia Sistemática, autor e articulista. Formação: Teologia (Faculdade Evangélica de São Paulo-SP); Português-Francês (Universidade Federal Fluminense-RJ); Relações Internacionais (Universidade La Salle-RJ). Membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil e da Casa de Letras Emílio Conde; colunista do CPAD News; articulista do Mensageiro da Paz (CPAD); autor dos livros: Erros que os Pregadores Devem Evitar (bestseller; série de 3 volumes); Procuram-se Pregadores como Paulo; Evangelhos que Paulo Jamais Pregaria; Erros que os Adoradores Devem Evitar, etc.; coautor de Teologia Sistemática Pentecostal, todos da CPAD. Pastoreou congregações na AD do Ministério do Belém-SP e foi copastor da AD Cordovil-RJ; atuou na CPAD (RJ) como gerente de TI e editor (2001-2008).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui