Que rufem os tambores, abram-se os portões e comecem a copa!

0
20

Brasil: Copa do Mundo 2014 - Que rufem os tambores, abram-se os portões e comecem a copa!

Por Robson Aguiar

Chegou o dia tão esperado para milhões de pessoas em todo o mundo, hoje começa a Copa do Mundo.

Um evento antigo e majestoso onde através do esporte mais popular entre as nações, o futebol, os povos se confraternizam e se unem em uma grande festa.

O Brasil já foi sede da Copa nos anos 50 e hoje tem a oportunidade de mais uma vez ser palco desse grandioso espetáculo, mas… parece que os bastidores da Copa do Brasil não funcionaram muito bem, promessas de melhorias em aeroportos, infraestrutura, transportes entre outros investimentos não ficaram a contento, sem contar que concomitantemente a isso, faltaram investimentos na educação, na saúde e segurança, ainda houve favorecimento financeiro bilionário a instituição FIFA que é encarregada da coordenação da Copa, e para piorar ainda mais, apareceu o monstro sarnento do lago maranhense, a inflação, que todos temem e gostariam de esquecer, mais ele está mais vivo do que nunca, pois, o PT havia colocado sobre ele apenas uma capa que com o vento da tempestade que caiu sobre o Brasil, logo reapareceu.

O povo brasileiro, em meio a tudo isso deu o seu grito de protesto, e na Copa das Confederações, mostrou sua insatisfação, quando em pleno estádio lotado, deu uma sonora e estridente vaia na “presidenta” e no seu cúmplice, o presidente da FIFA, Joseph Blatter, vaias essas, que não pararam mais e pelo visto, não vão parar nem tão cedo.

Mas, dessa vez, a “presidenta” foi esperta, ela falou a nação de dentro de um estúdio fechado, onde só seus assessores estavam presentes, dessa vez não houve vaias. Hummm! Inteligente Dona Dilma, pois, ser vaiada novamente em uma abertura da Copa onde bilhões de telespectadores estarão assistindo, não seria uma boa propaganda para vossa excelência.

Fico feliz de ver o povo brasileiro (ao menos uma boa parte) politizados, separando as coisas, sem se deixar seduzir-se pelo espetáculo circense que hora se estabelece para desviar a atenção da corrupção há muito instalada em nosso país.

Gosto de futebol, mas, a minha esperança não está nos pés de 11 jogadores, não são eles que me fazem feliz, para mim, eles apenas proporcionam lazer, minha esperança está em Cristo e nele, sim, encontro plena satisfação.

Devemos continuar lutando pela melhoria da nação.

No entanto, desejo a todos uma boa Copa do Mundo, desejo paz, amor e confraternização, sobre tudo desejo consciência política. Que Deus salve o Brasil.

Robson Aguiar

_______________________________________
Obs.: É permitido a cópia para republicações, desde que cite o autor e as respectivas fontes principais e intermediárias, inclusive o Seara News informando o link www.searanews.com.br. Mais informações em nossa página: “Jurídico”.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome