Qual a Globo que os evangélicos querem?

2
53

rede globo - festival promessas

Por Robson Aguiar

A Globo é a maior emissora de televisão do Brasil. Há um tempo atrás nos queixávamos por que ela não abria espaço para os evangélicos e nem sequer permitia que seus funcionários fossem crentes.

Sua programação só trazia mensagem de doutrina espírita e católica.

De um tempo para cá, depois que o número de crentes no Brasil cresceram, estamos vendo agora a TV dos Marinhos, não só permitindo protestantes em seu quadro de funcionários, mas, também estamos contemplando a Rede Globo fazendo matérias positivas de igrejas evangélicas e até abrindo espaço para pastores falarem, como acontece no programa "sagrado".

Dentro desse contexto, ainda vemos empresas ligadas a citada emissora investindo em eventos e cantores evangélicos. Além de realizarem exposições de artigos cristãos.

É notório a aproximação da Globo com os evangélicos, e os motivos todos nós sabemos, não é por ideologia ou fé, e sim, por dinheiro e audiência.

Embora tenha se aproximado dos evangélicos, ela continua dando apoio a outras religiões, principalmente a religião espírita, continua apoiando o aborto e o homossexualismo em suas matérias e programações, e isso é fácil de explicar, pois não é uma TV criada para o publico cristão.

Já fui um ácido crítico da Globo, já fiz até campanha contra ela, e ainda continuo criticando suas programações quando convém, mas, venhamos e convenhamos, o que nós queremos da Tv dos "maninhos"? Que se converta? Que se torne um canal cristão? Que deixe de ser comercial?

rede globo - festival promessas

Vejo muitas postagens no facebook de críticas contra o troféu promessas que é dado pela Globo aos que se destacam na musica cristã. Acho que a crítica é pertinente na maioria dos casos, mas, temos que ser razoáveis nessa questão, pois, trata-se de uma televisão capitalista e não evangelística, e se ela coloca lá um cantor gospel, ou evangélico ou seja lá como queiram chamar, mesmo que não sejam referenciais cristãos, mesmo assim o nome do Senhor é glorificado, principalmente por aqueles que não conhecem os por menores de nossa fé, mas que passam a gostar da música evangélica, pela apresentação dos artistas cristãos.

Só para constar, devo dizer que já me emocionei ouvindo a música secular “as baleias” de Roberto Carlos, cantada por uma jovem de nome Francine Rocha no programa do Raul Gil. Ainda hoje assisto quando tenho tempo o tal programa. Então porque vou condenar a presença de cantores evangélicos cantando músicas cristãs na Globo?

Outra coisa, sabemos que até em Redes de TV que são evangélicas passam aqui e ali, algo que não compactuamos.

Na minha concepção, estamos espiritualizando demais as coisas. Temos que nos situarmos e nos posicionarmos nessa história para não ficarmos paranoicos. Não podemos deixar de criticar os erros e aberrações de nenhuma emissora de TV, Rádio ou outro tipo de mídia, mas, sem partir para o extremo.

Temos que aproveitar as oportunidades que nos dão, as portas que nos abrem.

Observo que alguns dos cristãos que são convidados para algum tipo de programa naquela empresa de comunicação tem testemunhado Cristo, já outros, como recentemente o cantor Talles Roberto, no programa do Jô Soares, perdem uma grande chance de anunciar Jesus a todo o Brasil, preferem falar de si mesmas.

Claro, que tem programa que não dá para ir, pois une o candomblé e outras religiões para dançarem e cantarem junto com os evangélicos passando a ideia de que são tudo a mesma coisa.

Porém, devemos caminhar para o equilíbrio sem secularismo e nem fanatismo.

Robson Aguiar, pr.

2 COMENTÁRIOS

  1. Discordo totalmente do Robson Aguiar, nasci a 72 anos no fundo de uma Igreja Evangélica Assembleia de Deus, com 46 anos de Ministro, nossa denominação nunca precisou de TV para o seu crescimento. Até o presente momento é a maior denominação do mundo. A evangelização foi feita boca a boca por pessoas simples. Não acredito que Jesus usaria uma emissora que apoia, aborto, homonexualismo, espiritismo, violência etc. Porque Ele combateria tais comportamentos. Quanto os evangélicos vão la se calão, desta fôrma por omissão ocorrem no mesmo pecado conforme versículo final de Romanos 11.

    • Na verdade irmão Jayjairo, Deus não precisa da Globo e nem de nenhuma outra emissora de TV para evangelização, aliás, dentro desse contexto, Ele não mprecisa de rádio, jornal, internet, livros, literaturas e nem mesmo precisa de nós para nada, mas, a história nos mostra que por muitas vezes Deus se utilizou de ímpios como Ciro para beneficiar o seu povo, e da imprensa para publicar a Bíblia que hoje usamos, e de jornais e de rádios, e de televisão e nesses últimos dias tem se utilizado bastante da internet, que o irmão acabou de usar para fazer suas colocações, embra ela esteja repleta de coisas ruins, como a cítada pelo senhor, aborto, homossexualismo, pedofilia, prostitução, apologia a drogas, aliás, não conheço outro veiculo de comunicação que tenha tantas coisas nocivas como a internet.  Mas, será que não devemos usar a internet por que o seu idealizador não é crente? ou mesmo o rádio, se o dono da emissora for um fumante, prostituto e cachaceiro? ou da televisão se o seu dono é um espírita? A record tem por dono um pastor evangélico que apoia o aborto, então presumo que o nobre irmão não assista a nehuma Rede de TV que tenha em seu conteúdo o que o amado elencou em suas palavras. É tempo de reflexão  

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome