Prefeitos comentam a situação dos municípios do ES após chuva

0
20

Prefeitos de Serra e Vila Velha contaram que estão andando pelos bairros. Eles lamentaram a situação e admitiram ainda ter muito trabalho pela frente.

Prefeitos comentam a situação dos municípios do ES após chuva

A chuva que caiu e causou estragos nos municípios da Grande Vitória, na noite desta quinta-feira (30), fez com que os prefeitos das cidades ficassem em estado de alerta. O G1 conversou com os prefeitos de três dos municípios mais atingidos pelos alagamentos, Serra, Vila Velha e Vitória. Eles lamentaram a situação e contaram que andaram pelos bairros vistoriando os pontos críticos e amparando a população. Para ambos, embora obras efetuadas durante suas gestões tenham surtido algum efeito, a situação ainda não está perto do ideal.

O prefeito de Vila Velha, Rodney Miranda, disse que está acompanhando a situação do município de perto e que passou por vários bairros. “A coisa está ruim, mas a chuva não castigou somente Vila Velha, mas também todos os municípios da região metropolitana, até pelo volume de água que caiu. O que tenho a dizer é que Vila Velha já sofreu muito mais com chuvas menores. Está longe do que queremos alcançar, mas já começamos a sentir que está melhorando”, disse, ao citar obras que tem sido feitas para amenizar os efeitos da chuva na região.

O prefeito da Serra, município mais atingido pela chuva nesta quinta-feira (30), Audifax Barcelos, também afirmou que está rodando os bairros e acompanhando a situação dos locais mais críticos. “A informação que recebi é que choveu na Serra quatro vezes mais do que choveu no domingo. O momento é difícil, dolorido, temos aproximadamente 100 pessoas fora das casas. Obras de drenagem e limpeza dos valões impediram que o estrago fosse maior, mas ainda está longe do ideal, muito longe do que eu gostaria”, disse.

O prefeito de Vitória, Luciano Rezende, lamentou a situação, mas informou que está acompanhando os casos junto às equipes do Corpo de Bombeiros, defesa civil e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). “Tivemos uma chuva completamente fora do padrão e isso provocou um transtorno enorme em toda a Grande Vitória. Estamos trabalhando com toda a equipe da prefeitura desde domingo (26) para restabelecer a vida na cidade. A chuva de ontem deve se repetir, infelizmente, porque a temporada está só começando e só termina em janeiro. Quero pedir à população para entrar em contato com a defesa civil 156, em qualquer situação de ajuda ou suspeita de risco”, falou o prefeito.

Fonte: G1

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome