Pr. Silas Malafaia anuncia que processará a revista Forbes brasileira

1
52

Por Eliseu Antonio Gomes

Pr. Silas Malafaia anuncia que processará a revista Forbes brasileiraSegundo dados questionáveis de uma matéria publicada em 17 de Janeiro na revista Forbes, Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, é o pastor mais rico do Brasil, com um patrimônio estimado em 950 milhões de dólares (1,9 bilhão de reais). Após ele, Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus é dono de 220 milhões de dólares (440 milhões de reais). Em terceiro lugar, aparece Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, com estimava de ser dono de uma fortuna de 150 milhões de dólares (300 milhões de reais). RR Soares, fundador da Igreja Internacional da Graça de Deus, teria patrimônio de 250 milhões de reais. E Estevam Hernandes Filho e sua esposa, “Bispa” Sonia, seriam donos de 65 milhões de dólares (130 milhões de reais).

A listagem precede uma carga bastante preconceituosa contra a cristandade, colocando a vocação pastoral como profissão, a igreja como empresa e os membros dela como gente manipulável, parte de uma grande massa de manobra. A matéria é assinada pelo jornalista brasileiro Anderson Antunes, apresentado como colaborador da Forbes, como também da The Financial Times, USA Today, The Telegraph, CNN, MSNBC.

Ao ler a matéria, saltou aos meus olhos às fontes. O substantivo feminino “estimativa” aparece várias vezes no texto e deixa claro que não há base sólida para os números que apresenta. Ao final do texto é mencionado que as fontes seriam coletadas em revistas como Veja, Exame, jornais Estado de São Paulo, Folha, entre outros; e, pasmem-se, relatórios do Ministério Público do Brasil, da Polícia Federal e da União.

Ora, as informações do MPF, PF e União são confidenciais e artigos de revistas não são documentos consistentes para tais afirmações. No espaço de comentários da matéria, a versão online, Antunes admite não possuir acesso às informações de imposto de renda das pessoas mencionadas por ele. Ou seja, tudo são suposições.

Silas Malafaia anuncia que processará a revista Forbes brasileira. Por quê? Porque ele afirma que os números apresentados não correspondem com a sua realidade, seu patrimônio seria bem menor.

O casal Hernandes, RR Soares, Macedo e Valdemiro Santiago não se pronunciaram a respeito.

Aguardem para o desfecho disso. O Malafaia deve embolsar uns 100 mil de indenização por danos morais. Após ser indenizado, Antunes provavelmente será desprezado pelo mundo do jornalismo, considerado um elemento de risco financeiro aos órgãos de Imprensa.

E.A.G.
Consultas:
– Forbes
– Verdade Gospel
Fonte: Belverede

1 COMENTÁRIO

  1. Desde os primórdios a” igreja” tem vinculado fé e dinheiro, começa pelo o principio que aquele que não der o dizimo é ladrão pois rouba a Deus e quem rouba a Deus não vai para o céu. Há um lado obscuro em tudo isso. O problema aqui não é o que a revista publicou ou deixou de publicar e sim a falta de completa transparência financeira de certas igrejas para com seus membros. Todos os dias dentro dos templos ou na mídia somos bombardeados com pedidos de ofertas de todos os tipos em nome da obra de Deus. Milhões são arrecadados. O que vemos são pastores, apóstolos e outros andando em seus carrões, morando em suas mansões. Vestindo bons ternos. Pergunto: E a história de que não se deve faltar mantimento na casa de Deus? Os órfãos e as viúvas, que nem essas são perdoadas na hora da redação? A quem pertence todo esse patrimônio que é construído em nome de Deus? Muitos dirão: “da igreja’. Eu digo na teoria. Pois na prática a igreja tem sido lesada e enganada por não ter o retorno daquilo que é investido nessa sociedade chamada igreja.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome