Por que é necessário reconhecer os erros e fraquezas?

0
336

Por que é necessário reconhecer os erros e fraquezas?

A verdade é que todos nós não somos, em hipótese alguma, isentos de erros e fraquezas.

Por Paulo Cavalcante

Alguns de nós erramos mais, outros menos. Alguns temos mais fraquezas, outros menos. E ainda, na grande maioria das vezes, estes erros e fraquezas ainda são vistos sob diferentes tipos de perspectiva de acordo com cada pessoa.

É comum encontrar pessoas, ou mesmo à si mesmo, lutando para vencer suas próprias fraquezas e tentando se desenvolver pessoalmente para não cometer os mesmos erros. Erros, por um lado, são passíveis de correção, e aprendemos com eles sem que seja necessário repetí-los no futuro. Fraquezas, por outro lado, são pequenas raízes que temos em nós mesmos e que muito raramente podem ser removidas.

Temos dificuldade em compreender isto, mas cedo ou tarde tomamos conhecimento desta realidade.

Afinal, por que devemos reconhecer nossas fraquezas e erros?

Defina maior foco em Qualidades, menor foco em Fraquezas

Gastamos muita energia buscando formas de vencer nossas fraquezas, tentando minimizá-las ou eliminá-las, porém muitas das vezes, é uma energia que poderia estar sendo utilizada de forma muito mais enriquecedora pessoalmente.

Devemos compreender onde e como nossas fraquezas nos limitam, entender se é realmente possível superá-las, e caso não seja, devemos exaltar aquilo que temos de qualidades.

Evoluir qualidades é muito mais enriquecedor em nosso desenvolvimento pessoal, do que a tentativa de resolução de fraquezas. É muito mais simples, e os resultados são muito mais sólidos quando apostamos em algo que sabemos que somos competentes em ser ou fazer.

Lutar contra a maré, nunca foi a melhor opção. Foque em seu melhor, não em seu pior.

Reforce sua Autoconfiança

Você é capaz de reconhecer seus erros e fraquezas?

Se você é sincero e transparente consigo mesmo à ponto de compreendê-los, você conseqüentemente terá uma autoconfiança muito aprimorada. Saberá contornar e corrigir seus erros, além de aprender com eles sem se abalar. Irá compreender em que situações as suas fraquezas são mais frequentes e aparentes, e saberá como lidar com casos adversos com maior facilidade.

É necessário conhecer-se para criar uma autoconfiança sólida.

Avalie-se, entenda-se, confie-se.

Se torne mais paciente

Ao travarmos uma batalha com nós mesmos em busca de melhoria pessoal, e redução ou eliminação de fraquezas, criamos algumas fraquezas ainda maiores. Tais como a impaciência e ansiedade.

Tornamos-nos obcecados demais em buscar algo, que em alguns casos acabamos por substituir uma franqueza antiga, por novas.

Por outro lado, quando aprendemos a lidar com nossos defeitos, aprendemos também a ser pacientes com nós mesmos, para evoluirmos de maneira mais consciente.

Isto também se reflete de forma interpessoal.

Possibilite-se compreender os erros e fraquezas dos outros

Quando você aprende a ser transparente e sincero consigo mesmo, começa também a compreender diferenças, erros e fraquezas dos outros.

Aprende e compreende que, assim como você, outras pessoas possuem seus próprios ritmos, modo de vida, maneira de pensar e entender as mesmas coisas que você, diferentes pontos de vista, e por consequência, diferentes erros e fraquezas.

Às vezes leva bastante tempo para compreendermos que o que é certo para nós, pode não ser certo para outro alguém. Assim como nossa evolução pode tomar mais ou menos tempo do que a evolução de outra pessoa.

Avalie-se, entenda-se, confie-se, mas também compreenda e releve o próximo, sobretudo respeitando-o.

Reforce suas parcerias e amizades

Ao compreender e relevar diferenças, erros e fraquezas suas e dos outros, você abre novas portas para relacionamentos interpessoal.

É mais fácil realizar parcerias e amizades quando sabemos exaltar as qualidades de ambas as partes.

O foco novamente deve estar voltado à compreensão e autoconfiança de ambas as partes em suas próprias qualidades, para que seja possível compartilhá-las mutuamente.

Isto por si só cria um novo nível de relacionamento interpessoal, onde você não busca compreender quem ou como errou, quem possui ou não determinada fraqueza ou diferença.

O foco aqui é potencializar qualidades de forma colaborativa, seja entre amigos, seja em família, seja em parcerias.

Abra e atualize seu leque de conhecimentos e possibilidades

Aprendendo a conviver de forma saudável com suas fraquezas enraizadas, potencializa suas qualidades, e abre um novo campo livre para novos aprendizados.

Nossa visão deixa de ser negativa e focada em fraquezas, e se torna um potencializador de conhecimentos e possibilidades.

Não é segredo para ninguém que, quanto mais criamos conhecimentos agregados, geramos valor agregado, e isto é um cíclo virtuoso em nossas vidas que devemos manter.

Abra seu leque de oportunidades, potencialize suas qualidades.

Autoavalie-se

Você conhece de fato suas fraquezas? Sabe admitir seus próprios erros? Que situações você omitiu a si mesmo, e aos outros, com medo de se expor por um erro ou fraqueza?

Realize uma autoavaliação de si mesmo. Não há nada de errado em assumir erros e fraquezas para si, e para o mundo. Pelo contrário, as vantagens são inúmeras.

Pense, e reflita!

Eu Sou Humano…

Paulo Cavalcante | Seara NewsPaulo Cavalcante
é pastor, filiado a CIEADESPEL e CGADB; bacharel em teologia com licenciatura plena em Ciências da Religião, Antropologia, Sociologia e Filosofia MEC; Coordenador de Ensino EAD em Pós Graduação da POSEAD – Universidade Gama Filho; Ph.D em Filosofia e Sociologia;  professor de filosofia universitário; psicanalista clinico registrado na Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo – SBPSP.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome