Pemba é a segunda cidade de Moçambique com transmissão comunitária da Covid-19
Armindo Tiago, Ministro da Saúde de Moçambique | Foto: DW/D. Anacleto

Neste domingo (21), o ministro da Saúde de Moçambique declarou a cidade de Pemba como o segundo ponto com transmissão comunitária do novo coronavírus. O governo quer intensificar vigilância e testagem.

Agência Lusa, cvt

Armindo Tiago, Ministro da Saúde de Moçambique, declarou a cidade de Pemba como o segundo ponto com “transmissão comunitária” do novo coronavírus, na sequência da rápida evolução do número de infeções na capital provincial de Cabo Delgado, norte do país.

“A cidade de Pemba é hoje declarada como o segundo ponto geográfico [depois da cidade de Nampula] a transitar do padrão de focos de transmissão para uma transmissão comunitária”, declarou Armindo Tiago, falando durante a conferência de imprensa, de atualização de dados sobre a pandemia no Ministério da Saúde, em Maputo este domingo (21).

O primeiro doente de Covid-19 em Moçambique foi anunciado a 22 de março e Pemba só registrou o seu primeiro caso quase um mês depois, a 22 de abril. Mas, a capital de Cabo Delgado está entre as cidades com mais casos ativos atualmente.

“Encontramos uma elevada percentagem de positividade das amostras testadas, que atualmente corresponde a quase o dobro do que é a média nacional”, frisou Armindo Tiago.

As autoridades indicam que a cidade tem uma “alta transmissibilidade interpessoal”, bem como “uma mudança no perfil demográfico nos casos de Covid-19”.

A capital de Cabo Delgado está entre as cidades com mais casos ativos atualmente. | Foto: DW/E. Silvestre

Fortalecer o combate

Em 6 de junho, o Ministério da Saúde declarou a cidade de Nampula, também no norte de Moçambique, o primeiro ponto do país com transmissão comunitária do novo coronavírus.

Em resposta à propagação da doença em Pemba, o governo de moçambique vai adotar várias medidas, com destaque para expansão da vigilância ativa em toda a província de Cabo Delgado, que conta com um total de 125 casos ativos.

“Vamos fortalecer as equipas locais de vigilância epidemiológica e intensificar as ações de higiene e saneamento”, declarou Armindo Tiago, acrescentando que será aberto, até meados de julho, um laboratório para testagem, que atualmente tem sido feita apenas na província de Maputo, sul do país.

Covid-19 em Moçambique

Nas últimas 24 horas, Moçambique registou a quinta morte e 45 novos casos de Covid-19, elevando o total de 688 para 733.

Dos casos já registados em Moçambique, 663 são de transmissão local e 70 são importados, havendo também nove pessoas internadas, além dos cinco óbitos.

O Ministério da Saúde lembrou ainda que 181 pessoas estão recuperadas.

As províncias de Nampula, Cabo Delgado e a cidade de Maputo lideram com o maior número de casos ativos no país, com 218, 125 e 75, respetivamente, estando os restantes distribuídos pelo país.


DEIXE UM COMENTÁRIO 
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui