Pastor se afasta do púlpito porque se sente longe de Deus e cansado de alma
Rev. Howard-John Wesley, senior pastor of the historic Alfred Street Baptist Church in Alexandria, Va. | Foto: Alfred Street Baptist Church

“O único remédio para o estresse é descanso, dieta e exercício. A menos que o Senhor fale comigo de forma diferente, não vou morrer neste púlpito”, disse Wesley.

O Rev. Howard-John Wesley, pastor sênior da histórica Igreja Batista de Alfred Street, em Alexandria, Virgínia, surpreendeu sua congregação no início deste mês com o anúncio de que ele está se afastando de seu ministério por uma temporada porque se sente longe de Deus, cansado em sua alma e precisava se recuperar mental e fisicamente.

O pastor, que ficará longe de todas as responsabilidades da igreja pelo período de quatro meses – 1° de janeiro a 1° de abril de 2020, fez o anúncio durante o seu sermão em 1º de dezembro. “Você não pode derramar um copo vazio. É muito perigoso para o seu pastor estar vazio”, justificou. “Eu preciso cuidar de mim”.

Ele destacou: “Estou cansado. E eu estou cansado de uma maneira que uma noite de sono não vai consertar. Estou cansado em minha alma”.

Antes de fazer o anúncio formal à sua congregação de 10.000 membros – uma igreja de 216 anos – Wesley, que a pastoreia desde 2008, pregou sobre o valor do descanso em seu sermão chamado “Selah”.

No sermão, ele observou como são comuns os sabáticos pastorais nas igrejas brancas, enquanto aponta o quão raro era nas igrejas negras. Ele argumentou que muitos pastores negros não fazem uso sabático porque temem que o atendimento possa cair e afetar os resultados finais, ou a igreja pode funcionar muito bem sem eles.

Wesley argumentou, no entanto, que descansar é um requisito bíblico para a santidade e que a ocupação, que se tornou um símbolo de status do nosso tempo, não honra a Deus.

“O inimigo na tentativa de bloquear sua santidade, quer remover o descanso de sua vida e empurrá-lo de volta à escravidão. E aqui está o maior engano do diabo: convencê-lo de que quanto mais ocupado você é, mais importante é. Que quanto mais você precisa fazer, mais alto está na cadeia alimentar. Que se você está trabalhando até os ossos de alguma forma, está glorificando a Deus. E Deus diz que você não está sendo santo se não sabe descansar”, disse Wesley.

“Selah. E a palavra para alguém hoje é que, se você realmente quer ser santo, precisa aprender a descansar. Não sei para quem estou pregando aqui, mas não deixe dias de férias em cima da mesa. Não deixe a tomada de força na mão de alguém…”, disse ele à afirmação de sua congregação.

“Fui vítima do truque satânico de que a ocupação honra a Deus”, disse ele.

Wesley continuou explicando o quão difícil é o pastoreio antes de aprofundar sua necessidade de um período sabático.

“O Senhor está me afastando porque estou nessa luta e não me rendo. E o Senhor está tentando me mudar. Cinquenta está chegando. E tenho que deixar algumas coisas nos 40 que não estou carregando nos 50. Só preciso andar de maneira diferente e, para fazer isso, tenho que me afastar. Eu ouço o Senhor dizendo ‘fique quieto’. Então, eu estou indo para um período sabático”, disse Wesley.

“E você sabe que o único remédio para o estresse é descanso, dieta e exercício. Ouçam-me todos, a menos que o Senhor fale comigo de forma diferente, não vou morrer neste púlpito”, disse Wesley.

Assista ao vídeo

Com informações de The Christian Post

DEIXE UM COMENTÁRIO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
.
Seara News 25 anos

2 COMENTÁRIOS

  1. Ouvi várias vezes que o pastor não tem férias. E vejo que querem imprimir esse modelo nos membros. A realidade é outra. A palavra de Deus também mostra o seu exemplo que o Senhor descansou. Que Jesus cansado e dormiu, descansando, em meio a tormenta. E, quando é acordado, repreende o vento e o mar, diz aos discípulos : Por que sois tão tímidos? O cansaço chega a tirar até a fé.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui