spot_img
spot_img
21 C
Vila Velha

Pastor é preso na Rússia por ajudar refugiados Norte-Coreanos

A prisão do pastor marca um início de intensa repressão por parte do governo russo contra atividades missionárias que ajudam refugiados norte-coreanos.

EM FOCO

Seara News
Seara News
SEARA NEWS é o primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo, um aporte eficaz na comunicação, com conteúdo informativo orientado por linha editorial baseada nos princípios bíblicos; e enfoca os matizes do contexto cristão ao redor do mundo.

Baek Kwang-Soon, um pastor sul-coreano dedicado a auxiliar refugiados norte-coreanos na Rússia, foi detido pelas autoridades russas sob acusações de espionagem. Kwang-Soon, que trabalhava na fundação Global Love Rice Sharing, era dedicado por seu compromisso em socorrer não apenas refugiados norte-coreanos, mas também trabalhadores tailandeses e russos em situação precária.

Os refugiados norte-coreanos assistidos pelo pastor eram, em geral, trabalhadores da indústria madeireira e da construção, que precisavam de cuidados médicos e meios de subsistência na província de Primorsky, Rússia.

Em janeiro deste ano, o pastor e sua esposa foram detidos assim que chegaram a Vladivostok, viajando de Hunchun, China. Enquanto a esposa foi libertada após as suspeitas contra ela serem negadas, Baek Kwang-Soon permanece sob custódia.

Durante dois meses, o incidente estava oculto ao público e o processo seguia com grande discrição. Sua prisão tornou-se assunto público quando a agência de notícias russa TASS divulgou o ocorrido, embora a ONG em que o pastor trabalhava negue veementemente qualquer envolvimento com atividades de espionagem.

A possibilidade de uma condenação pode significar até 20 anos de prisão para o pastor. A estreita relação entre Coreia do Norte e Rússia, especialmente após sanções internacionais contra a Rússia devido à guerra na Ucrânia, tem contribuído para a intensificação da cooperação entre os dois países. Essa colaboração resultou em uma crescente emigração de norte-coreanos para a Rússia, especialmente na região de Vladivostok, próxima à fronteira com a Coreia do Norte.

A prisão de Baek Kwang-Soon marca um início de intensa repressão por parte do governo russo contra atividades missionárias que ajudam refugiados norte-coreanos. Essa repressão não se limita aos missionários sul-coreanos, mas também afeta as igrejas locais, inclusive os cristãos russos, que agora enfrentam obstáculos para prestar auxílio aos cidadãos norte-coreanos.

Enquanto isso, ‘programas de rádio clandestinos’ permanecem como uma das poucas formas de os cristãos norte-coreanos receberem conteúdo religioso. Doações possibilitam que esses programas alcancem os cristãos isolados na Coreia do Norte, oferecendo-lhes encorajamento em sua jornada espiritual.

Com Portas Abertas

APOIE SEARA NEWS Clique AQUI!
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
Baixe a Revista Seara News
- Publicidade -

LEIA MAIS...

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

LEIA TAMBÉM

ARTIGOS E DEVOCIONAIS

- Publicidade -
Suprema Contabilidade
- Publicidade -Anuncie em Seara News
- Publicidade -
Rádio Seara News