Pastor da AD Parauapebas (PA) diz que governador apunhalou os crentes pelas costas

Pastor da AD Parauapebas (PA) diz que governador apunhalou os crentes pelas costas
Pastor Fenelon L. Sobrinho, presidente da Assembleia de Deus Ministério Missão em Parauapebas (PA)

Cinquenta mil reais é o valor da multa diária para a igreja que realizar cultos no estado do Pará.

O pastor Fenelon L. Sobrinho, presidente da Assembleia de Deus Ministério Missão em Parauapebas (PA), gravou na manhã deste domingo (12) um vídeo se pronunciando sobre o decreto estadual que proíbe por 15 (quinze) dias a realização de cultos eventos religiosos em geral.

O vídeo foi gravado para comunicar aos dirigentes e membros do Ministério Missão sobre a decisão do governo e que a igreja vai obedecer, paralisando suas atividades presenciais, entretanto, criticou: “Somos obrigado, por lei a obedecer. É difícil os santos obedecerem a incircuncisos, mas, se a lei os favorece, somos obrigados!”

O decreto assinado pelo governador do Pará, Helder Barbalho, proíbe as igrejas de realizarem cultos e eventos no período entre 6 e 21 de abril, temendo o avanço da pandemia do coronavírus (Covid-19), no estado. O decreto ainda diz que o período poderá ser prorrogado.

- Publicidade -

O artigo 17 do decreto diz:

Art. 17. Excepcionalmente, e pelo período de 15 (quinze) dias, a contar da data de publicação deste decreto, fica estabelecido o seguinte:

I – a proibição de realização de cultos/eventos religiosos presenciais;

Pastor da AD Parauapebas (PA) diz que governador apunhalou os crentes pelas costas
Pastor Fenelon L. Sobrinho e obreiros da Assembleia de Deus Ministério Missão em Parauapebas (PA) | Foto: Youtube

Reitera o pastor que a igreja está proibida de se reunir nos dias de culto e deixa claro: “Obedecendo a decisão do governador (…) vamos nos enquadrar segundo a lei”, disse o líder.

Comentando sobre a multa diária de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) que poderá ser aplicada para quem transgredir o decreto, o pastor Fenelon L. Sobrinho pontua: ”Ora, se eu tivesse este dinheiro disponível eu não me preocuparia de pagar a multa, desde que eu pudesse realizar os cultos!”

O líder assembleiano lembrou que a igreja em Parauapebas sabe responder nas urnas: “O mandato desse senhor daqui a dois anos termina. Ele apunhalou os crentes pelas costas, e certamente ele vem buscar apoio, e nós sabemos responder nas urnas”.

Pronunciamento do líder da AD Parauapebas 


Colabore com o trabalho do portal Seara News, contamos com seu apoio para ampliar e fortalecer nossa atuação, acesse agora apoia.se/searanews e faça sua doação.
Seara News 25 anos

DEIXE UM COMENTÁRIO ABAIXO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui