Cordeiro - Páscoa, uma passagem para a vida!

Uma prática a ser vivida ao lado do Cordeiro que morreu por nós e vive eternamente!

por Orlando Souza Cirqueira

A palavra Páscoa vem do hebraico PESAH que traduzida para o grego PÁSCOA, significa passagem, portanto a Páscoa no Antigo Testamento é a festa que traz a memória da passagem de Deus no Egito para a libertação do povo de Israel que ali habitava e vivia em escravidão em todos os sentidos por cerca de 400 anos, (Cf. Êxodo cap. 12). O Senhor levantou a Moisés para falar ao Faraó que deixasse o povo ir, porém o Faraó endureceu o coração e mesmo depois de vários castigos impostos sobre a nação egípcia, orgulhosamente não abriu mão. O castigo final que o Senhor Deus impôs foi tirar a vida de cada primogênito das famílias egípcias e assim Moisés instruiu aos chefes de famílias dos hebreus a imolar e passar o sangue de um cordeiro manso e perfeito no batente de sua porta para protegê-los da passagem do ‘anjo da morte’, ou seja, evitar que o mensageiro da morte entrasse nas suas casas. Dessa forma pressionado o Faraó e todo povo do Egito, afligidos pela morte de seus filhos primogênitos, deixou o povo partir e os hebreus saíram liderados por Moisés, em direção à terra da PROMESSA.

Eu fui convidado para falar numa escola pública sobre a Páscoa e pensava comigo da dificuldade que esse convite representava, visto que não poderia falar fora do contexto histórico, devido á questão laica do estado na sua área de abrangência e então teria de ficar bem aquém da riqueza do verdadeiro sentido da Páscoa. Isso porque sou cristão e como tal, sei que a Páscoa tem um significado ainda mais amplo, João Batista disse: eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, apontando para Jesus (João 1.29). De fato, Jesus, na sua vida e missão, marcou a cruz de madeira com o seu sangue se tornando o sacrifício em favor de todos os que creram nele como enviado de Deus para esse fim (João 3.16). O ponto principal, para os Cristãos de todo mundo é que Jesus ressuscitou ao terceiro dia e não existe mensagem de libertação, de perdão e de vida sem o Cristo ressurreto.

O Novo Testamento, na Escritura Sagrada, ensina claramente a entender este mistério, ou seja, a situação do homem que pelo seu livre arbítrio, ou escolha, ainda que muitos não saibam, vive debaixo de um jugo de escravidão imposto pelo pecado e o domínio do Diabo que assim o mantém afastado e ignorante do amor e salvação de Deus.

Jesus veio a este mundo ser o nosso Cordeiro Pascal e seu sangue tem o poder de livrar-nos da morte eterna (I João 1.7-9) e para não ficar apenas numa história a ser contada, Ele ressuscitou e está vivo assentado a direita de Deus, o Pai, de onde intercede por todos os homens. “Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo. Sabemos que o conhecemos, se obedecemos aos seus mandamentos. Aquele que diz: ‘Eu o conheço’, mas não obedece aos seus mandamentos, é mentiroso, e a verdade não está nele (1 João 2.1-4).

Portanto, Páscoa não é apenas uma história a ser contada e comemorada, mas uma prática a ser vivida ao lado do Cordeiro que morreu por nós, mas agora está vivo e é o Rei sempre eterno. “… estive morto, mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos e tenho as chaves da morte e do inferno” (Apocalipse 1.18).

FELIZ PÁSCOA, FELIZ VIDA COM JESUS!

Pr. Orlando Souza CirqueiraOrlando Souza Cirqueira
Escritor, radialista e pastor
Itarana/ES

4 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns a Revista por publicar artigo do amigo pastor Orlando homem de vasto conhecimento e grande simplicidade e humildade. Sou leitor assíduo de suas publicações sejam em forma de poesias, musicas ou artigos, sempre usando o dom que o Senhor lhe deu para falar do amor de Deus. Meus cumprimentos Pr. Orlando por artigo sobre a pascoa, simples e objetivo e verdadeiro!!!

  2. Gostei muito deste artigo sobre a pascoa,gostei de conhecer a revista, embora sendo aqui do ES (Laranja da Terra), não conhecia. Voltarei mais vezes para ler outros artigos que como este certamente acrescentarão conhecimentos. Gosto de textos que agregam valores.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui