Os temores um de apagão elétrico
Noite na cidade de Nova York, EUA | Foto: Pixabay

Fraturas causadas pela pandemia do Covid-19 alimentam temores de um potente apagão da rede elétrica Norte-americana

A pandemia do coronavírus, aprofundou as fraturas existentes no relacionamento dos Estados Unidos com a China. O governo Donald Trump agora está preocupado com ameaças mais evidentes. Recentemente, emitiu uma ordem executiva para proteger a elétrica americana. A preocupação é uma ameaça potencial de um apagão que poderá ocorrer de dentro do sistema nacional, tanto na geração quanto na distribuição de energia. 

Os Estados Unidos, estão reagindo antecipadamente a uma situação que supostamente, poderá ocorrer não somente naquele país, mas na maioria dos países com potencial de produção e distribuição de energia elétrica. Não se sabe ao certo quantos dias, tal apagão elétrico poderá permanecer. Uma coisa é certa: ocorrerá em todas as regiões, por pelo menos 3 dias consecutivos, levando as economias desses países a estacionarem por completo, por causa da escuridão e do frio gerado pela ausência de luz elétrica e possivelmente, ausência de luz solar. Apenas esse fato, poderia nos levar de volta às cavernas.

A Ameaça 

Um chamado EMP (pulso eletromagnético), é considerado uma ameaça a todo o sistema de infraestrutura elétrica do país. Isso pode ser causado por um adversário que detona uma arma nuclear no espaço ou mesmo por uma explosão solar natural. A ordem executiva, no entanto, aborda os componentes reais da grade e sua origem.

Nada é mais essencial para o nosso modo de vida do que a eletricidade“, disse Curtis Ellis, diretor de políticas da America First Policies. “Você não pode acender as luzes de um hospital, não pode acender as luzes de sua casa se não tiver eletricidade“. 

Curtis Ellis disse que agora a rede elétrica dos EUA está sendo montada com peças de países que não são amigáveis ​​aos nossos interesses. “Agora sabemos que existe apenas um fabricante americano do aço especial elétrico usado nesses transformadores de alta tensão de 500 toneladas usados ​​em toda a nossa rede elétrica“.

Os Componentes 

Esses transformadores e muitos dos equipamentos de comutação e outros equipamentos que entram em nossa rede elétrica incluem software e incluem micro-circuitos e mecanismos de controle de computador que podem ser invadidos“. Curtis Ellis, também destacou que, apesar de muita atenção ser dada aos EMPs, a ameaça está realmente dentro do sistema.

Nestes transformadores de potência, eles poderiam ser manipulados e ordenados a criar uma onda que teria o mesmo efeito de derrubar toda a rede“, disse Curtis Ellis.

Possíveis Ataques

Em vez de atacar nossos submarinos e nossos porta-aviões, você podia ver um apagão em vastas partes dos Estados Unidos e, em seguida, telefonemas para a Casa Branca dizendo: ‘Gostaria que o resto do seu país ficasse escuro“?
É um tipo de guerra que pode estar, nesse momento, sendo construída diante de nossos olhos. A ordem executiva cria essencialmente uma lista negra de empresas sob controle de adversários estrangeiros como a China, das quais os equipamentos da rede de energia não podem mais ser comprados. Também estabelece uma força-tarefa para examinar onde existem vulnerabilidades no setor de energia. Curtis Ellis diz que os resultados deste setor são os mesmos de outros. Segundo Ellis, a estratégia de agora precisa iniciar como um incentivo às empresas americanas para trazerem a fabricação e a produção desses equipamentos de volta aos Estados Unidos.

Ellis diz que, assim que a pandemia paralisou a vida, o controle sobre a rede elétrica também poderia levar o modo de vida americano a uma parada estridente. Ele acrescenta que a força-tarefa do setor de energia é um bom começo, e outras indústrias precisam fazer o mesmo.


DEIXE UM COMENTÁRIO 
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui