Os Caras de Pau: Nem o diabo aguenta esse assessor

20
132

Os Caras de Pau: Nem o diabo aguenta esse assessor

Por Paulo Pontes

Reconheço que as emissoras de TV são importantes veículos de comunicação. Apresentam tele-jornais, documentários, e programas variados. Mas, lamento que a grade de programação da maioria dessas emissoras inclui programas que ferem os valores éticos e morais, que no conceito filosófico possuem diferentes significados.  Ao que parece elas estão apenas interessadas nos índices de audiência, e ignoram as definições de ética e moral:

– Ética é um conjunto de conhecimentos extraídos da investigação do comportamento humano ao tentar explicar as regras morais de forma racional, fundamentada, científica e teórica. É uma reflexão sobre a moral.

– Moral é o conjunto de regras aplicadas no cotidiano e usadas continuamente por cada cidadão. Essas regras orientam cada indivíduo, norteando as suas ações e os seus julgamentos sobre o que é moral ou imoral, certo ou errado, bom ou mau.

O que me levou a escrever este artigo foi a indignação que me envolveu quando a TV Globo, no programa “Os caras de pau”, exibido no domingo, 22/07/2012, demonstrou total falta de respeito a Deus e à terceira pessoa da Trindade, quando os dois atores principais Leandro Hassum e Marcius Melhem aparecem caracterizados de “Deus e Anjo”, respectivamente. No episódio, “Deus” decide criar o mundo, mas, ao lado de seu anjo secretário descobre que a tarefa não é nada simples. A situação é ainda mais terrível, porque esse anjo-secretário, é uma referência à terceira pessoa da Trindade. Com o título “Nem o diabo agüenta esse assessor”, a idéia transmitida é que “Deus só queria criar o mundo, mas o Espírito Santo arrumou tanto problema que foi parar no inferno”.

A tentativa de ridicularizar líderes e cristãos evangélicos em geral, em outra ocasião, gerou reações contra a emissora, inclusive um pastor enviou carta de protesto à alta cúpula da emissora. Agora, em pleno domingo, no horário de almoço, reunião e/ou encontro de famílias, coloca no ar um programa com um quadro que ofende a fé cristã, mexendo, brincando com o autor da nossa fé, objeto da nossa adoração.

Quem é, e que é Deus? A melhor definição é a que se encontra no Catecismo de Westminster: “Deus é Espírito, infinito, eterno e imutável em seu ser, sabedoria, poder, santidade, justiça, bondade e verdade”. A definição bíblica pode formular-se pelo estudo dos nomes de Deus. O “nome” de Deus, nas Escrituras, significa mais do que uma combinação de sons; representa seu caráter revelado. Deus revela-se a si mesmo fazendo-se conhecer ou proclamando o seu nome (Êxodo 6.3; 33.19; 34.5,6). Adorar a Deus é invocar seu nome (Gênesis 12.8); temê-lo (Deuteronômio 28.58); louvá-lo (2 Samuel 22.50); glorificá-lo (Salmos 86.9); é sacrilégio tomar seu nome em vão (Êxodo 20.7), ou profaná-lo ou blasfemá-lo (Levítico 18.21; 24.16). Reverenciar a Deus é santificar ou bendizer seu nome (Mateus 6.9). O nome do Senhor defende o seu povo (Salmos 20.1), e por amor do seu nome não os abandonará (1 Samuel 12.22).

– Êxodo 20.7: “Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão; porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão”. Porque tomar o seu nome em vão é o mesmo que desonrar o nome do Senhor, é não crer no seu caráter.

– Mateus 6.9-13: Na oração do Pai Nosso Jesus nos ensina a santificar o nome do Senhor, e não o contrário!

– Êxodo 3.14: “EU SOU O QUE SOU”. Logo, tomar o nome de Deus em vão é não crer no que Deus diz que Ele é, porque o nome de Deus não é o som que sai da nossa boca, o nome de Deus é Ele próprio.

E sobre o Espírito Santo, Ele merece toda nossa devoção, afinal, é ele quem convence o homem do pecado, da justiça e do juízo. Ele não deve ser entristecido, é o nosso Consolador. O Espírito Santo é a terceira Pessoa da Trindade por cujo poder o universo foi criado. Ele pairava por sobre a face das águas e participou da glória da criação (Gênesis 1.2; Jó 26.13; Salmos 33.6; 104.30.)

O Dr. Denio escreve: O Espírito Santo, como Divindade inseparável em toda a criação, manifesta sua presença pelo que chamamos as leis da natureza. Ele é o princípio da ordem e da vida, o poder organizador da natureza criada. Todas as forças da natureza são apenas evidências da presença e operação do Espírito de Deus. As forças mecânicas, a ação química, a vida orgânica nas plantas e nos animais, a energia relativa à ação nervosa a inteligência e a conduta moral são apenas evidências da imanência de Deus, da qual o Espírito Santo é o agente. O Espírito Santo criou e sustenta o homem. (Gênesis 2.7; Jó 33.4).

Toda pessoa, seja ou não servo de Deus, é sustentada pelo poder criador do Espírito de Deus (Daniel 5.23; Atos 17.28). A existência do homem é como o som da tecla do harmônio que dura tão-somente enquanto o dedo do artista a comprime. O homem deve a sua existência e a continuação da mesma às “duas mãos de Deus”, ou seja, o Verbo (João 1.1-3), e o Espírito. Foi a eles que Deus se dirigiu dizendo: “Façamos o homem”.

Este artigo não se destina à crítica ou mesmo acusação à emissora e nem mesmo aos seus atores que protagonizaram o infeliz episódio, mas a defesa da fé cristã e da doutrina bíblica. Acima de tudo do nome do Senhor e da pessoa bendita do Espírito Santo.

O nosso Deus e a pessoa do Espírito Santo não podem e não devem ser tratados de forma irreverente.

Na Bíblia está escrito: “Não vos enganeis, de Deus não se zomba, pois tudo o que o homem semear, isto também ceifará” (Gálatas 6.7).

“Portanto, eu vos digo: Toda forma de pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens”. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro” (Mateus 12.31-32).

Do grego (blasphemia) blasphemía, pelo latim blasphemia:

1 – Palavras que ultrajam divindade ou a religião.

2 – Ultraje dirigido contra pessoa ou coisa respeitável.

A declaração apresentada por Jesus neste caso distingue a blasfêmia contra o Espírito Santo de todos os outros tipos de pecados que um ser humano pode cometer.

Teológica e biblicamente, no programa exibido, houve, no mínimo, ultraje a Deus nosso Senhor e ao Espírito Santo.

Assista o vídeo e deixe sua opinião:

Pr. Paulo Pontes

_____

Notas
– Bíblia de Estudo Pentecostal, 1995, CPAD
– Conhecendo as Doutrinas da Bíblia, Myer Pearlman, Editora Vida, 2006
– Ministério CACP

20 COMENTÁRIOS

  1. A Globo dá uma migalha para os cantores evangélicos chamada SOM LIVRE que caem como patinho e passa uma ou outra notícia enaltecendo um evento aqui outro ali. Mas, continua sendo uma serpente a serviço do deus deste século. ENGANA-SE QUEM QUER.

  2. Eu já acho que crentes que se deixam enganar e vâo “adorar” nestes programas da globo sâo como porcos que se enfiam na lama apos serem limpos. É o mesmo que fazer pacto com Satanás.

  3. Mensagens de ocultismo, idolatria e sensualismo nas telenovelas, mas, não é só da GLOBO não. A RECORD dita de um segmento religioso está cada dia pior. E os crentes perdem até cultos para acompanhar e adorar BAAL e os líderes não pregam contra porque o diabo colocou na mente que é antisocial e politicamente incorreto, em pleno séc. 21 pregar contra a televisão. É biblicamente correto que os tais que fazem e consentem NÃO HERDARÃO O REINO DE DEUS.

  4. Pastor Paulo, seu texto vem externar o sentimento de todos nós que somos cristãos. Não quero cercear o direito de ninguém de falar, elogiar, criticar, ser contra ou a favor de qualquer coisa, pois é legal a livre expressão do pensamento nos paises civilizados, como é o caso do nosso brasil. Mas, se é crime zombar de elementos de culto, como foi o caso do pastor da IURD, que chutou uma imagem de uma santa católica, que dirá ironizar o próprio Deus? Deus é adorado pelos Católicos, Protestantes e Judeus. Mesmo assim, os Caras de Pau, não levaram em conta que estão em um País onde o cristianismo é maioria. O padrão globo de qualidade parece que não filtra assuntos que diz respeito aos cristãos e judeus. Permitem zombarias das mais diversas. Acabei de postar em meu facebook uma cena parecida com o ocorrido, mostrando inclusive, que não é só no Brasil que acontece dessas coisas. Nos resta, no entanto, protestar e mostrarmos que não aceitaremos isso calados. Muitos de nós desligamos a televisão ou mudamos de canal em momentos como esse. isso é um aviso não só para a globo, mas, para todas as outras emissoras que devem pensar bem antes de nos ofender com suas programações.

  5. O diabo sabe que pouco tempo lhe resta. O problema é que ele não quer ir só com os seus anjos para o fogo eterno, quer levar mais gente com ele, principalmente quem é do maligno.

  6. O ato sacarmos de zombar da criação, e dar limites a Deus, fere ainda mais o poder miraculoso, que pelo Espírito Santo, as coisas foram criadas… a Biblia diz: “quem pecar contra o Pai, tem perdão, e contra o Filho tem perdão, mais quem fizer um agravo ao Espírito Santo não tem pérdão nem nesta vida nem no porvir!”

  7. Caro Pr. Robson Aguiar, os seus comentários no twitter, não passaram despercebidos: “Caberia na minha opinião desculpas públicas da Rede Globo pela ofensa religiosa promovida no programa Caras de Pau”. “Ainda sugiro, aos que são diretores da globo, no próximo programa dos Caras de Pau, fazerem piada do falecido Roberto Marinho”. “A TV dos Marinhos precisa entender que desrespeitar a Deus em nosso País, é afrontar milhões de Cristãos que lhes dá audiência”. Lamentamos que essa emissora não tenha o mínimo de respeito com os cristãos.

  8. Reitero minha indignação pela falta de respeito à fé cristã e às doutrinas bíblicas, por parte da emissora e dos atores de “Os Caras de Pau”. Escrevi este artigo, como uma nota de repúdio ao episódio específico do programa. Alguns dias depois da sua publicação em Seara News, observei que vários sites e blogs republicaram meu artigo: gospelmais, falamalafaia, projetosanto2012, radiojkm, variedadegospel, panoramacristão, quadrangularjdype, adhonaihomensdehonra, oguardadeisrael, entre outros. Essa atitude me fez perceber que muitos outros irmãos compartilham e corroboram a minha visão e sentimento. Vamos continuar nos unindo pela defesa fé cristã, das doutrinas bíblicas, da liberdade cristã, e de tudo o que diz respeito ao nosso Deus.

  9. Hahaha! Muito bom!! Quanta hipocrisia de vocês! Podem fazer piada com a homossexualidade, com a política, com os times de futebol, mas não podem fazer com a religião? Duvido que vocês, que estão reclamando, assistiram o sketch inteiro sem dar uma risada. Já ouvi cristãos fazendo piadas e sendo muito menos respeitosos com muçulmanos e seguidores de religiões afro-descendentes; isso pode? Quem se sente ofendido, que não assista. Jesus aguentou muito mais humilhação – não apenas ideológica quanto física -, e vocês melindram-se por uma sketch inocente dessas? Por favor! Reclamem com o governo e com as emissores pelas condições da educação no país. Invistam seu tempo e ativismo para reduzir a pobreza, para promover a inclusão social, para a melhoria do nosso meio-ambiente, etc.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome