Ordenação ao pastorado?

Uma reflexão sobre o que é ser pastor, e quais as motivações em torno desse importante ministério.

Recentemente ouvi um pastor amigo contar um caso interessante, de uma cantora evangélica que foi ordenada ao pastorado.

A resposta que ela deu quando perguntada sobre sua consagração a pastora, considerei inusitada, mas sua fala reflete uma grande parcela das pessoas hoje que são levadas ao pastorado, ou melhor, à ordenação.

Ela teria dito que o fato de agora ser pastora estava lhe permitindo ter acesso a lugares que antes ela não podia ter!

Perceba como as pessoas hoje almejam uma ordenação ao pastorado não pelo senso de serviço ao Reino de Deus, com vistas a cuidar de pessoas de fato, mas por motivações que giram mais em torno de seus próprios interesses.

Particularmente, considero uma verdadeira crise na igreja brasileira o fato de pregadores itinerantes e cantores que não pastoreiam, não tem igreja para pastorear e que não atuam nem como pastores auxiliares, serem ordenados ao pastorado mais por questões de status e “abertura” do que pelo sentido exato do que é ser pastor.

Como diziam os pastores antigos, pastores de verdade, “pastor tem cheiro de ovelha”, e tem cheiro de ovelha por conviver com elas, por se interessar por elas, por gastar e se deixar gastar por suas almas.

Quando convidado à ordenação pastoral, eu rejeitei por entender que não era ainda o momento, que minhas prioridades naquela fase de minha vida não me permitiriam estar à frente de uma igreja e, acima de tudo, por eu não querer ser pastor só no título, mas na função!

Artigo anteriorSBB apresenta a Bíblia Nova Almeida Atualizada
Próximo artigoNatal Missionário 2017: Uma fé viva!
Avatar
Roney Cozzer é presbítero vinculado a Assembleia de Deus Central de Porto de Santana, Cariacica, ES (Pr. Evaldo Cassotto), autor, professor de Teologia e palestrante. Possui graduação em Teologia, concluiu o Curso de Extensão Universitária “Iniciação Teológica” da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e possui formação em Psicanálise. É mestre em Teologia pelas Faculdades Batista do Paraná (FABAPAR) na linha de pesquisa Leitura e Ensino da Bíblia. Participou como autor e pesquisador do Projeto Historiográfico do Departamento de Missões das Assembleias de Deus do Vale do Rio Doce e Outros (DEMADVARDO) entre os anos 2016 e 2018. Cursa licenciatura em Letras pela Uninter e atua como coordenador pedagógico do curso de Teologia na modalidade a distância da Faculdade Unilagos (RJ). Contatos e Atividades na Internet: [email protected] | Blog Fundamentos Inabaláveis

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui