O tempo passa rapidamente!
Foto: Orlando Souza Cirqueira

Por Orlando Souza Cirqueira

Semana passada, enquanto conversava com o irmão Tiago no portão, olhei para o céu e de repente vi um rastro de fumaça fina acima do horizonte. Parei, pedi licença e corri a pegar minha câmera, voltei olhando para o céu seguindo a origem daquele risco de fumaça, já estava bem adiante, um pouco mais de tempo e o perderia.

Saquei a câmera Sony recém-ganhada da minha esposa e fechei com o zoom para ver mais nítido, e vi agora duas listras de fumaça e na ponta o avião que rapidamente marcava o céu capixaba.

Rapidamente, foi assim que passou o nosso ano 2014. No ano passado nesta mesma época, dezembro, ainda havia muito barro a ser tirado de nossas casas em Itarana e Itaguaçu. O mês de janeiro iniciou com reparos de casas, compras de novos móveis e o tempo era pequeno para refazer o que se desfez com as águas. Tantas coisas aconteceram, pessoas morreram, outras tantas nasceram. O tempo correu rapidamente e aqui já estamos virando a última página do calendário do corrente ano. O tempo passa rápido!

O querido reitor do seminário teológico onde estudei, Cherloques de Souza, numa palestra da aula inaugural do último ano de nossa turma, falou sobre uma estátua na antiga Grécia. Conta-se que havia uma estátua chamada de “Estátua da Oportunidade”, na qual estava escrito um suposto diálogo entre um viajante e ela, com as perguntas e as respostas seguintes:

– “Qual é teu nome, ó estátua?”

– “Sou a Estátua da Oportunidade”.

– “Por que tens asas nos pés?”

– “Para mostrar que rapidamente me vou”.

– “Por que são os teus cabelos tão longos na frente?”

– “Para que as pessoas possam me segurar mais facilmente quando estou à frente delas”.

– “Por que há poucos cabelos na parte de trás de tua cabeça?”

– “Para mostrar que depois de eu ter passado, não posso mais ser alcançada”.

Hoje, revendo a foto do avião que passava rapidamente me toquei em quanto o ano passou rapidamente e possivelmente muitas oportunidades foram perdidas.

Como foi sua vida diante deste quadro, do ano que se finda?

O Apostolo Paulo escreveu algo muito interessante e nos chama a atenção: “Remindo o tempo porque os dias são maus” (Efésios 5.16).

Aprendemos que o crente em Jesus Cristo deve andar ou viver de forma prudente e sábia. Também que, ao usar o termo remir cujo significado é “comprar de novo”, “resgatar”, ele nos está ensinando a dar o devido valor, aquilatar de forma correta o tempo que nos é concedido. Literalmente está dizendo “Aproveitem as oportunidades”.

Com toda razão uma oportunidade perdida, estará para sempre perdida! Poderemos até ter outras, mas serão sempre e sempre outras, não a mesma oportunidade.

O tempo passa rapidamente!

Alguém ainda escreveu: “Perdeu-se ontem, entre o nascer e o pôr-do-sol, uma preciosa hora adornada de sessenta ricos minutos, não se oferece recompensa, pois ela está eternamente perdida”.

Talvez agora você não tenha mais o tempo hábil para correr atrás, pois o tempo passou rapidamente, mas pode fazer diferente a partir das primeiras horas de 2015. Busque em Deus a graça para poder realizar mudanças para melhor em sua vida, especialmente em sua vida espiritual, ou seja, realmente inicie com propósitos a respeito daquele que o tempo não altera a Sua Soberania e Sabedoria sobre todas as coisas. Tudo pode ser diferente e melhor para você neste novo ano.

Não se esqueça: o tempo passa rapidamente.

Deus te abençoe, e meu abraço!

Orlando Souza CirqueiraOrlando Souza Cirqueira
é pastor, escritor, radialista Itarana/ES

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui