Pastor Milton Ribeiro
Pastor Milton Ribeiro é o novo ministro da Educação no Brasil. | Foto : Reprodução

O presidente Jair Messias Bolsonaro anunciou um novo nome para a pasta da Educação: o professor e pastor da Igreja Presbiteriana Milton Ribeiro que é Teólogo e advogado. O Ribeiro é ex-vice-reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Nomeado na sexta (10) como novo ministro da Educação. Ribeiro já fazia parte do governo como membro da Comissão de Ética Pública ligada à Presidência desde junho.

Apoiado por evangélicos, Ribeiro, que é pastor da Igreja Presbiteriana de Santos (SP), tem larga experiência acadêmica, pois além de sua formação em Teologia e Direito, possui um mestrado em Direito e um doutorado em Educação pela USP (Universidade de São Paulo) e já atuou como vice-reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

A Vara da Disciplina

Circulam nas redes sociais, alguns vídeos, onde o pastor Milton Ribeiro, aparece defendendo que as mães eduquem seus filhos através de castigo físico. Em outro, ele diz que o pai deve “impor” a direção que a família deve tomar.

Numa das gravações realizada durante uma pregação na igreja Presbiteriana, pelo pastor Milton Ribeiro, em abril de 2016, com o título “A Vara da Disciplina“, ele ensina às mães manter seus filhos em um bom caminho. “Essa ideia que muitos têm de que a criança é inocente é relativa“, diz ele. No sermão, o agora ministro ainda diferencia o castigo e a disciplina, citando um trecho da Bíblia Sagrada. “Castiga o teu filho enquanto há esperança, mas não te excedas a ponto de matá-lo“, (Provérbios 19:18)

O agora ministro argumenta que essa correção é necessária para a cura, e diz que o bom resultado “não vai ser obtido por meios justos e métodos suaves”

Consequências do erro

Talvez uma porcentagem de crianças muito pequena, de criança precoce, superdotada, é que vai entender o seu argumento. Deve haver rigor, desculpe, severidade. E vou dar um passo a mais, talvez algumas mães até fiquem com raiva de mim: devem sentir dor“, aponta.

Em outra gravação, Ribeiro ressalta a importância do pai nas famílias. De acordo com ele, a figura paterna é quem deve direcionar a casa, com a imposição. “Quando o pai é ausente dentro da casa, o inimigo ataca“, aponta. “O pai, segundo a Bíblia, é que aponta o caminho que a família vai“, conclui.

No trecho de outra pregação, o pastor Milton Ribeiro, o novo ministro da Educação, vem sendo repercutido nas redes sociais por conta de sua reprovação à ênfase que é dada à sexualidade “sem limites” nas universidades.

Aquilo que os mais antigos chamam de revolução sexual dos anos 1960, com a chegada da pílula, e de uma certa maneira, de uma liberdade maior nessa área sexual, o mundo foi perdendo a referência do que é certo e do que é errado em termos de conduta sexual, e isso foi trazendo muitas dificuldades, porque agora a gravidez indesejada não é mais um risco“, diz o pastor ao introduzir o assunto.

A mensagem enfatiza que parte do relativismo vem de um conceito filosófico que busca encontrar o sentido da vida: “Depois que passa esse período dos anos 1960, para contribuir ainda mais em termos negativos para uma prática totalmente sem limites do sexo, veio a questão filosófica do existencialismo, em que o momento é que importa, não importa se é A, B, se é homem, se é mulher, se é esse, aquele, se é velho, se é novo, não interessa! O que interessa é aquele momento“.

‘Eles explicam assim: ‘Se for feito com amor, tudo vale’. Se você tem sexo com seu vizinho, que é casado, com a sua vizinha, mas é com amor, ‘no problem’. Nenhuma dificuldade. Foi feito com amor, essa é a nossa sociedade, é isso que eles estão ensinando para os nossos filhos. Na universidade, é mais do que veladamente estabelecido. É um valor da nossa sociedade contemporânea. Eu e você, os nossos filhos sobretudo, estão sofrendo esse tipo de pressão“, lamentou o ministro da Educação.


DEIXE UM COMENTÁRIO 
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui