O Ministério de Pastor

Nos remotos tempos do Homero, o rei Agamenon era chamado de “o pastor do povo”. Jesus se intitulou de o Bom Pastor (Jo 10.10, 14). A carta aos Hebreus mostra Cristo como o Grande Pastor das ovelhas (Hb 13.20). Pedro chama Jesus de o Pastor das almas (1 Pe 2.25) e o Príncipe dos pastores (1 Pe 5.4). Pedro recebeu o mandato de Cristo, para apascentar suas ovelhas (Jo 21.16). O apóstolo Paulo aconselhou os anciãos de Éfeso a vigiar sobre o rebanho que Deus lhes tinha encomendado (At 20.28). O pastor é aquele que cuida das ovelhas e as conduz a lugares seguros e a pastos verdejantes, busca as ovelhas desencaminhadas para levá-las de volta ao rebanho. Jesus é o bom pastor Ele deu a sua vida pelas ovelhas (Jo 10.10).

I. JESUS, O SUMO PASTOR

A expressão, “grande pastor das ovelhas” de Hebreus (Hb 13.20) está fundamentada na revelação que o Novo Testamento traz a respeito de Cristo (Jo 10.1-18; 1Pe 2.25). Moisés é descrito como “o pastor de ovelhas” a quem Deus “tirou” do Egito; Jesus é “o grande pastor das ovelhas” a quem Deus “tirou” do reino da morte. Entretanto, só Jesus tem as qualificações para servir como o Mediador da aliança eterna.

- Publicidade -

Jesus dá exemplo de pastor porque faz a vontade do Pai (Jo 5,30). Ele cuida das suas ovelhas. Ele as conhece e elas o conhecem também, por isso, elas não seguirão a voz de estranhos (Jo 10.5).

O pastor Jimmy Swaggart diz que, “o bom pastor” morre pelas ovelhas (Jo 10.10), “O grande pastor” vive pelas ovelhas (Hb 13.20), O “sumo pastor” vem pelas ovelhas (1Pe 5.4). Sua vida dada na cruz nos garantiu vida eterna, entretanto, a cruz é o ponto central do cristianismo.

II. AS CARACTERÍSTICAS DO VERDADEIRO PASTOR

Segundo o pastor Ronaldo Lidório no livro “Liderança e Integridade”. A integridade vai além da sinceridade. Ele fala de algo muito perigoso na liderança, que é perder o rumo de Deus para sua vida, pois assim seu trabalho perde a visão do alto. Entretanto, a manipulação de massas, é algo muito antigo, através de máscaras e imagens bem produzidas, onde podem impressionar os homens com histórias, sermões e ministérios, porém, só não impressiona a Deus.

Algo que precisa ser evidente na vida do pastor é o amor, um exemplo disso é quando o pastor é tolerante com as limitações e fraquezas do próximo. A integridade nos relacionamentos é demonstrada na prática, no dia a dia, doutra forma torna-se um mau exemplo tanto na igreja como fora dela.

Há líderes que cresceram com muita garra, tornaram seus ministérios brilhantes, porém fizeram de suas casas um caos. Podem estar abençoando multidões, enquanto fracassam em seus lares. É um grande privilégio ser ministro, porém há a necessidade de ser um modelo para os que estão perto. Ter o máximo de cuidado para que esse privilégio não se transforme em um peso, pois não devemos nem podemos de maneira alguma penalizar a nossa família.

III. O MINISTÉRIO PASTORAL

Deus se reserva o direito de conceder dons ministeriais aos seus servos para que executem tarefas especiais. Entre esses chamamentos especiais encontramos o de Paulo. Cristo o chamou para uma missão especial, definida nas palavras de Jesus em (At 26.14-19) “… te apareci, para te constituir ministro e testemunha”, afirmou Jesus a Paulo, que seu ministério seria entre os gentios “para os quais eu te envio”.

Os pastores cuidam do “rebanho” de Deus e dos assuntos do dia-a-dia da congregação, administrando, aconselhando, guiando e alimentando.

Deus lhes deu dons especiais para cuidar da igreja ainda com um objetivo maior: o aperfeiçoamento dos santos. “Aperfeiçoar” aqui, significa corrigir, como no tratamento de um osso quebrado, ou no esforço para concluir um treinamento ou uma restauração.

Os resultados da liderança egoísta dos líderes políticos e espirituais de Israel são vistos em (Ez 34. 5, 6). As ovelhas se espalharam, por causa dos pastores (ou reis) infiéis. Tais líderes buscaram apenas serem servidos, era como se o povo não tivesse liderança (Mt 9.36). Caminhavam sem direção — se espalharam — tornaram-se alvos fáceis — presas fáceis aos inimigos. Todo cuidado é pouco. “Sede sóbrios, vigiai, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar” (1Pe 5.8).

CONCLUSÃO

O apóstolo Paulo mostra aos Efésios, Cristo, triunfante, o qual coloca servos capacitados em sua igreja, não apenas para a obra do ministério, mas para “o aperfeiçoamento dos san­tos” (Ef 4. 12). O crescimento com maturidade não depende só do ministério dos líderes, mas dos membros também. A vitalidade espiritual da igreja depende dela se tornar uma comunidade de santos, amorosa e disposta a servir, a quem os pastores devem saber preparar!  Assim desejava Paulo na oração de (Ef 3.14-19). O crescimento para a maturidade ocorre à medida que o corpo, como um todo, “segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor” (Ef 4.16). A vitalidade espiritual da igreja depende que os seus pastores e líderes, a leve a se tornar uma comunidade de santos, amorosa e disposta a servir.

Bibliografia
– O Novo Comentário Bíblico Novo Testamento – Earl D. Radmacher Ronald B. Allen H.

– Efésios – William Barclay – The Letter to the Ephesians – Tradução – Carlos Biagini
– Comentário do Novo Testamento aplicação pessoal – Vol.2 – CPAD
– Teologia Pastoral I – João Antônio de Souza Filho – CETADEB
– Comentário Bíblico Pentecostal do Novo Testamento – CPAD
– Bíblia de estudo do Expositor – Jimmy Swaggart – SBB

DEIXE UM COMENTÁRIO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
Se encontrou algum erro, ou deseja sugerir uma pauta, falar conosco. Clique aqui!

2 COMENTÁRIOS

  1. Comecei a ler as páginas da Searanews esta semana, embora já esteja no caminho a muitos anos, lembrei da Revista A Seara, e hoje como Superintendente da EBD de uma das congregações da Assembleia de Deus Tradicional no Amazonas, me vi lendo este resumo maravilhoso, obrigado amado.

    • Prezado irmão Rômulo, é uma grande alegria e satisfação em saber que estamosoferecendo conteúdo de qualidade para os leitores. Sinta-se à vontade para enviar sugestões e até mesmo críticas para nós ajudar a melhorar o nosso trabalho. Deus te abençoe sempre.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui