19.4 C
Vila Velha

O medo e a incerteza cercam o futuro do Afeganistão

Devido à extrema perseguição, a comunidade cristã permanece em grande parte fechada e escondida dos olhos do público.

EM FOCO

Reportagem
SEARA NEWS é o primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo, um aporte eficaz na comunicação, com conteúdo informativo orientado por linha editorial baseada nos princípios bíblicos; e enfoca os matizes do contexto cristão ao redor do mundo.
O medo e a incerteza cercam o futuro do Afeganistão
Em muitos casos, os cristãos conhecidos devem fugir do Afeganistão ou correm o risco de serem mortos. | Foto: Pixabay

O único país a superar o Afeganistão na perseguição cristã é a Coreia do Norte.

Após a retirada dos Estados Unidos e dos aliados da OTAN, o Talibã retomou o controle do Afeganistão em um colapso impressionante do país. O medo e a incerteza cercam o futuro do Afeganistão sob o domínio do Talibã e muitas minorias, incluindo os cristãos, temem que a imposição da interpretação estrita da Sharia resulte em um aumento da perseguição.

Desde que os EUA anunciaram sua intenção de se retirar do Afeganistão em 13 de abril, o Talibã rapidamente assumiu o controle do país. Ontem, as forças do Talibã entraram em Cabul, efetivamente assegurando o controle total do Afeganistão.

A comunidade cristã do Afeganistão é quase exclusivamente composta de convertidos do Islã. Alguns estimam que a população cristã esteja entre 10.000 e 12.000, tornando-a o maior grupo minoritário religioso do país. No entanto, devido à extrema perseguição, a comunidade cristã permanece em grande parte fechada e escondida dos olhos do público.

Seu status de convertidos torna os cristãos afegãos alvos diretos de perseguição tanto por grupos extremistas quanto pela sociedade em geral. No Afeganistão, deixar o Islã é considerado extremamente vergonhoso e os convertidos podem enfrentar consequências terríveis se sua conversão for descoberta.

Em muitos casos, os cristãos conhecidos devem fugir do Afeganistão ou correm o risco de serem mortos.

De acordo com a ideologia do Talibã, o Afeganistão é um país muçulmano e os não-muçulmanos devem deixar o Afeganistão ou aceitar o status de segunda classe. Para os cristãos, que vêm de origens convertidas, o Talibã provavelmente os considerará apóstatas e sujeitos às consequências mais mortais da Sharia.

A Portas Abertas classifica o Afeganistão em segundo lugar na Lista Mundial de Vigilância. O único país a superar o Afeganistão na perseguição cristã é a Coreia do Norte. De acordo com a Portas Abertas, a perseguição no Afeganistão “é apenas ligeiramente menos opressiva do que na Coreia do Norte”.

Fonte: International Christian Concern

DEIXE UM COMENTÁRIO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
Se encontrou algum erro, ou deseja sugerir uma pauta, falar conosco. Clique aqui!
- Publicidade -

LEIA TAMBÉM

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
www.AutoPECAS-online.Pt

LEIA TAMBÉM