"O Estado pode ser laico, mas eu sou cristão”, disse o presidente Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro, na Celebração Internacional Brasília, da Igreja Sara Nossa Terra no Campus Arena, em Vicente Pires – DF (Foto: SNT)

Em celebração evangélica o presidente reforçou o slogan do governo e disse que, na sua gestão, “Deus está acima de tudo”.

Desde o inicio de seu mandato, o presidente Jair Bolsonaro segue prestigiando eventos evangélicos. Esteve no Congresso dos Gideões Missionários, na comemoração dos 108 da Assembleia de Deus no Brasil, e na Marcha Para Jesus, entre outros.

Nesta sexta-feira (19) o presidente Jair Bolsonaro fez uma rápida participação em um culto evangélico realizado pela igreja neopentecostal Sara Nossa Terra, do bispo e ex-deputado Robson Rodovalho, onde acontece a Celebração Internacional Brasília, no Campus Arena, em Vicente Pires (DF).

No evento com o tema “Conquistando pelos olhos da fé”, e que contou com a participação do pastor norte-americano Calebe Wehrli, o presidente Bolsonaro foi ovacionado pela multidão de fiéis que gritava “Mito”!

Bolsonaro chegou acompanhado do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Os dois acompanharam a apresentação de alguns louvores e orações, permanecendo pouco tempo no local.

Na celebração, o presidente reforçou o slogan do governo e disse que, na sua gestão, “Deus está acima de tudo”, e que a família terá a atenção e o respeito que merece.

"O Estado pode ser laico, mas eu sou cristão”, disse o presidente Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro na Celebração Internacional Brasília, da Igreja Sara Nossa Terra no Campus Arena, em Vicente Pires – DF (Foto: SNT)

“Eu tenho um bom relacionamento com os evangélicos, minha esposa é evangélica, e eu sou muito grato a eles pela confiança depositada a mim no passado. Aqui é um momento onde a gente recarrega as baterias e eu costumo dizer que o estado pode ser laico, mas eu, o presidente, sou cristão. Devo a minha vida a Deus e este mandato está a serviço do Senhor. No nosso governo, Deus está acima de tudo”, disse o presidente.

Bolsonaro também afirmou que, antes de sua posse, “o Brasil estava à beira de um precipício, ético, moral e religioso”. “O apoio de vocês foi fundamental para que o Brasil pudesse ter esperança”, declarou aos evangélicos.

Relação com o bispo

O bispo e ex-deputado Robson Rodovalho agradeceu a presença do presidente dizendo que sua vida é um “milagre”. “O senhor representa o resgate desses valores, da família, da vida, de colocar o povo de Deus, a fé, com peito aberto, sem reserva, no lugar que ela merece. Entendemos a sua vida como um milagre”, disse Rodovalho.

"O Estado pode ser laico, mas eu sou cristão”, disse o presidente Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro e o bispo Robson Rodovalho na Celebração Internacional Brasília, da Igreja Sara Nossa Terra no Campus Arena, em Vicente Pires – DF (Foto: SNT)

Na ocasião, a bispa Lúcia Rodovalho profetizou sobre a vida do presidente, destacando a texto bíblico de 2 Crônicas 7.14, que norteia a Igreja Sara Nossa Terra. “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra”.

Sobre a relação com o bispo Robson Rodovalho, Bolsonaro destacou: “Nos conhecemos na Câmara dos Deputados e a nossa amizade nasceu ali. Hoje sou muito grato pela deferência ao meu nome em um evento tão importante como este”.

(Com Sara Nossa Terra)

DEIXE UM COMENTÁRIO_____________________________
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui