Nigéria: Mais uma escola é atacada e crianças são sequestradas
Hannatu e duas de suas filhas. Ela e quatro filhas foram sequestradas em 2017, e durante o sequestro duas de suas filhas foram mortas. Elas foram resgatadas em 2019, pelo exército nigeriano |Crédito: Portas Abertas

Na semana passada, a Portas Abertas noticiou sobre um sequestro de crianças e professores que aconteceu no dia 17 de fevereiro em Kagara, na Nigéria. Além disso, lembramos sobre o desaparecimento da jovem nigeriana Leah Sharibu, que completou três anos. Nessa madrugada, mais um sequestro de crianças aconteceu. Homens armados atacaram a Escola Secundária de Meninas do Governo em Jangebe, estado de Zamfara, nordeste da Nigéria.

De acordo com um professor e um pai presentes no momento da invasão, mais de 300 meninas foram levadas pelos bandidos, informa o portal de notícias inglês BBC. Até agora, não há relatos de vítimas fatais e o número exato de estudantes levadas. O senador Shehu Sani também confirmou a notícia através de um post no Twitter: “Falei com um funcionário altamente colocado do Governo do Estado de Zamfara que confirmou os sequestros em massa em Jengebe. Ele disse que o número real será apurado”, conta.

A equipe da Portas Abertas na Nigéria está trabalhando em contato com amigos e familiares das crianças levadas, para ajudar nas buscas por informações. Em abril de 2014, o Boko Haram levou cerca de 300 estudantes de Chibok, estado de Borno. Mas cerca de 10 dessas garotas ainda permanecem em cativeiro.

- Publicidade -

Pedidos de oração

  • Ore pela libertação de todos que foram sequestrados na Nigéria nas últimas semanas. Peça que que o Senhor proteja as crianças e adultos nessa situação.
  • Interceda pelos líderes do país, para que tenham sabedoria para lidar com essa situação e garantir a libertação dos sequestrados
  • Clame para que os planos dos extremistas que estão sequestrando os civis nigerianos sejam frustrados e eles possam ter um verdadeiro encontro com Cristo.

Leia também
+ Mais de 300 estudantes sequestrados são libertados na Nigéria 


DEIXE UM COMENTÁRIO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”