Nick Vujicic vivia o tormento de crer que nenhuma mulher o amaria, por sua condição.

Nick Vujicic diz como achar um 'amor sem limites' em livro escrito com sua esposa
Nick Vujicic e sua esposa Kanae

Nick Vujicic, o palestrante motivacional cristão conhecido como o “evangelista sem membros”, conta a história de sua trajetória para encontrar o amor verdadeiro em novo livro, Love Without Limits, “amor sem limites”, em tradução livre, e os desafios que ele e sua esposa, Kanae enfrentaram na sua jornada até o casamento e além dele.

Nascido sem braços e pernas, por conta de uma síndrome de tetra-amelia, desde sua juventude o evangelista sérvio-australiano Nick era atormentado, sentindo que “nenhuma mulher iria me amar ou querer se casar comigo”, como ele descreveu em um livro anterior. “Eu tinha muitas dúvidas sobre a minha aptidão como marido e pai”.

Mas, como muitos dos admiradores de Nick sabem, ele não tinha nada para se preocupar.

Nick Vujicic diz como achar um 'amor sem limites' em livro escrito com sua esposa - 2
Nick, Kanae e seu filho Kiyoshi

Em 2008, Nick e Kanae se conheceram, e quatro anos mais tarde, se casaram. Então, em fevereiro de 2013, Kanae deu à luz a Kiyoshi James Vujicic, que partilha o nome do seu avô por parte de mãe.

Love Without Limits, lançado no exterior em 18 de novembro, contém quinze capítulos e cobre grande parte das áreas que poderia se esperar de um livro sobre namoro e relacionamento, ou casamento. Há capítulos em que Nick e Kanae cobrem o habitual, além de temas personalizados, em buscar um amor, apaixonar-se e assim por diante. E o casal não se coíbe do assunto sexo, apresentado no capítulo 9, onde fala das “alegrias da abstinência antes do casamento e o sexo depois do casamento”.

Nick, que faz 32 anos em dezembro, escreve que uma vez ele e Kanae sabiam que estavam indo na direção do casamento, e ele se viu obrigado a “garantir que minhas imperfeições físicas não incluem qualquer coisa que iriam proibir ou interferir com a nossa capacidade de fazer sexo…”.

Ele acrescenta: “Ela não pediu isso, mas eu queria dissipar quaisquer perguntas ou dúvidas que ela poderia ter tido. Acredite, tenho lidado com tais perguntas desde a infância até a idade adulta. Perguntaram-me todo tipo de pergunta pessoal e invasiva que se pode imaginar — algumas das quais, tenho certeza, vocês nem imaginam”.

Na verdade, como Nick começa a lembrar, durante uma aparição ao vivo na televisão em 2012, na cidade de Dallas, oeste dos EUA , uma jornalista perguntou-lhe como era que ele e sua esposa foram capazes de fazer um bebê. Em uma gravação da entrevista, que não está mais disponível online, a repórter parecia genuinamente curiosa em como Nick, nascido sem braços e pernas, podia se tornar um pai.

“Eu estava um pouco perturbado com sua pergunta. Tentei desencorajá-la, dizendo: ‘Bem, a maioria das pessoas sabe que não precisa de braços e pernas para ter um filho”, afirmou Nick.

“Isso não pareceu intimidá-la. Ela perguntou outra vez, dizendo que as pessoas estavam curiosas para saber como eu poderia me tornar um pai. Naquele momento, percebi que ela estava falando sério. Eu podia ter respondido de outra forma, poderia repreendê-la por ir longe demais em suas perguntas sobre nossa intimidade. Em vez disso, fui para o humor”.

Qual foi a resposta que pôs um fim às perguntas invasivas? “Eu disse que ‘na verdade, ouvi dizer que as pernas às vezes só atrapalham’. Acredite em mim, isso pôs um fim nas perguntas pessoais dela”, escreve Nick.

Fonte: The Christian Post

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui