Netanyahu vence eleição em Israel segundo pesquisas de boca de urna
O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu está tentando o quinto mandato. (Foto: AFP)

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, obteve uma estreita vantagem sobre seu rival Benny Gantz nas eleições gerais do país. As indicativas são por meio de pesquisas de boca de urna, mas resultados oficiais devem ser divulgados nesta terça-feira.

As pesquisas de boca de urna indicam que Benjamin Netanyahu venceu o rival Benny Gantz nas eleições em Israel. No entanto, ainda não está claro se ele conseguirá assentos suficientes para ter uma maioria parlamentar e garantir outro mandato.

Um júbilo eclodiu na sede do partido Likud ontem à noite (02) quando as pesquisas de opinião revelaram que Netanyahu havia derrotado Gantz.

“É uma vitória contra todas as probabilidades, porque lutamos contra forças poderosas. Eles já nos elogiaram. Nossos inimigos disseram: ‘A era Netanyahu acabou’. Mas viramos o prato de cabeça para baixo”, disse Netanyahu a uma multidão de apoiadores. Ele ainda acrescentou: “a maior vitória da minha vida”.

A eleição foi realizada ontem (02) e já é a terceira ocorrida no país em menos de um ano. Nos pleitos anteriores, nenhum dos líderes dos partidos com maior votação conseguiu formar uma coalizão para governar.

Os primeiros resultados oficiais devem ser divulgados nesta terça-feira (03). Mas vale lembrar que pesquisas de boca de urna em Israel já apresentaram imprecisões importantes em outras ocasiões.

Resultados finais só serão divulgados depois que soldados, diplomatas e pessoas em quarentena obrigatória do coronavírus, tiverem seus votos contados. Isso deve ocorrer até quinta-feira (05).

Assentos no parlamento

Se as pesquisas estiverem certas, o bloco de direita de Netanyahu está a caminho de conquistar pelo menos 59 dos 120 assentos no Parlamento de Israel. O número é um pouco abaixo dos 61 assentos de que ele precisa para formar a maioria no governo.

Ainda assim, o Likud terá dado um golpe devastador para Azul e Branco. Os pesquisadores previram que os dois partidos fariam cara a cara após a terceira eleição e não conseguiriam romper um impasse político de quase um ano. Mas o aumento de assentos de Netanyahu lhe dá uma vantagem decisiva sobre Gantz, que deve ganhar 32.

A próxima tarefa do primeiro-ministro é formar uma coalizão governamental majoritária. Se ele falhar, Israel estará no caminho para uma quarta eleição. No entanto, seus apoiadores acreditam que desta vez ele não será negado.

Quinto mandato

Netanyahu vence eleição em Israel segundo pesquisas de boca de urna
Benjamin Netanyahu e seu rival Benny Gantz. (Foto: Reuters)

Netanyahu, que lidera o partido de direita do Likud, está buscando um inédito quinto mandato. Ele é o líder que já ficou mais tempo no poder na história de Israel, primeiro de 1996 a 1999 e depois a partir de 2009.

Nas redes sociais, ele se antecipou aos resultados oficiais e comemorou vitória no Twitter com uma foto falando de “uma grande vitória para Israel”.

Mais tarde, ele escreveu: “Vencemos graças à crença em nosso caminho e graças ao povo de Israel”.

Gantz não admitiu a derrota imediatamente, optando por esperar até que todos os votos sejam contados antes de aceitar a derrota.

“Criamos algo chamado azul e branco. Mesclamos nossos documentos e princípios em um só lugar e estou lhe dizendo que não vamos comprometer nossos princípios e nossa maneira”, disse Gantz.

Mas ele reconheceu que as pesquisas de boca de urna não parecem promissoras. “Compreendo e compartilho seus sentimentos (dos eleitores) de decepção e dor, pois esse não é o resultado que queríamos”, afirmou.

O Likud disse em comunicado que Netanyahu conversou com líderes de outros partidos de direita e “concordou em formar um forte governo nacional em Israel em breve”.

No entanto, apesar da perspectiva de vitória indicada pela boca de urna, os desafios para o primeiro-ministro israelense continuam. Em duas semanas, no dia 17 de março, ele irá ao tribunal responder a acusações de corrupção.

Netanyahu é acusado de suborno, fraude e quebra de confiança, mas sustenta sua inocência. Ele espera que uma potencial maioria parlamentar lhe dê poder e proteção para combater as acusações de corrupção contra ele.

Com informações do CBN News e BBC

DEIXE UM COMENTÁRIO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
.
Seara News 25 anos

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui