Na China, Aécio Neves venceu Dilma Rousseff com ampla vantagem

0
27

Na China, Aécio Neves venceu Dilma Rousseff com ampla vantagem

Se a eleição presidencial do Brasil fosse depender apenas e exclusivamente do resultado dos votos dos brasileiros na China, o tucano Aécio Neves seria o vencedor do segundo turno com ampla vantagem. O candidato do PSBD somou 218 votos, enquanto que a petista Dilma Rouseff teve 63.

Ao todo, 604 brasileiros – a maioria é de chineses com cidadania brasileira e filhos de chineses nascidos no País – estavam inscritos para votar na China.

Devido a diferença de fuso horário, a votação na China começou horas antes da abertura das Eleições no Brasil e foi encerrada às 7h (horário de Brasília) deste domingo (26). O país oriental mais populoso do mundo.

Aécio Neves foi o preferido entre os brasileiros que votaram na China, país governado pelo Partido Comunista. O candidato do PSDB recebeu 218 votos, contra 63 para Dilma Rousseff, do PT. As urnas foram fechadas pontualmente às 17h (7h pelo horário de Brasília).

Entre os 604 cidadãos brasileiros inscritos para votar, uma parte mal fala português e tem pouca informação sobre a disputa pelo Palácio do Planalto. Mas como o voto é obrigatório, muitos fazem questão de comparecer para evitar problemas burocráticos no futuro, como na renovação dos passaportes.

ELEITORES

Há casos variados, mas a maioria é de chineses que passaram um tempo no Brasil e obteve a cidadania, além de seus filhos.

Devi Su Liu, 22, nasceu no Rio, onde os pais trabalhavam, mas ficou apenas os dois primeiros anos de vida, tempo insuficiente para falar português. Ao entrar na Universidade de Pequim, para estudar Administração e Informática, Devi decidiu aprender o idioma de seu país natal.

Sobre a eleição, o estudante disse que leu o noticiário pela internet para decidir em quem votaria. “Depois de me informar, optei pela mudança”, disse Devi, num português bem razoável.

Em Hong Kong, onde há várias semanas estudantes ocupam avenidas pedindo mais democracia, Aécio Neves também ficou em primeiro. Entre os brasileiros que votaram no consulado de Hong Kong, o tucano teve 105 votos, Dilma 19.

EXTERIOR – Em 12 países, a votação para presidente da República já foi encerrada. No exterior, a votação começou às 17h (horário de Brasília) desse sábado (25/10) com os eleitores brasileiros que moram em Wellington, na Nova Zelândia. Em seguida, votaram os eleitores que vivem na Austrália, no Japão, Timor Leste, em Cingapura, nas Filipinas, em Hong Kong, na Indonésia, Malásia, China e em Taiwan.

Fonte: NE10 e Rondônia ao Vivo

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome