Morre o pastor Lucas Alves de Oliveira, por complicações da Covid-19
O pastor tinha 28 anos e liderava a 4ª Igreja Presbiteriana Renovada de Ponta Grossa (PR). | Foto: Divulgação

O pastor Lucas Alves de Oliveira faleceu na última terça-feira (23), após passar pouco mais de duas semanas de internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em Ponta Grossa (PR), lutando contra a Covid-19.

O pastor tinha 28 anos e liderava a 4ª Igreja Presbiteriana Renovada de Ponta Grossa. À tarde do mesmo dia 23, antes do falecimento do pastor, a Igreja, em sua página no Facebook, publicou uma informação de ele estava “lutando contra o COVID no hospital particular São Camilo/Vicentino. Foi para uma consulta, pois não estava passando bem e desde então ainda não voltou para casa. Está intubado e em situação estável…”. Entretanto, à noite emitiu a nota de seu falecimento lamentando a morte do pastor.

“Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé (2 Timóteo 4:7).

- Publicidade -

Nesta vida a única certeza que temos é a morte, para muitos ela é o fim de tudo, mas para nós cristãos é a volta para casa. Deus quis assim, e não podemos questionar, apenas agradecer. Pastor Lucas Oliveira, seu legado nesta Terra foi de muitíssima magnitude, palavras não podem expressar o exemplo de servo que foste. Seu maior desejo era ver Jesus na glória celestial, e assim, nesta noite a vontade do Senhor nosso Deus, se cumpriu. Nosso coração dói, mas Deus faz sempre o melhor, pois nem a morte, nem a vida poderão nos separar do amor de Deus. Nossa igreja chora, mas louva a Deus pela sua vida, seus ensinamentos. As nossas condolências a querida Amanda e a família enlutada, continuaremos na luta do evangelho, pregando e propagando o amor de Cristo.

*28.09.1992  23.03.2021”

Em seu perfil na rede social o evangelista e professor de teologia Bruno Barroso escreveu uma homenagem ao pastor Lucas: “A dor e as lágrimas são inevitáveis…. Meu companheiro de caminhada cristã, exímio pregador das escrituras, teólogo qualificado, homem piedoso e humilde, uma perda inestimável. Mas aprouve ao Senhor levá-lo para casa. Agradeço a Deus por tudo o que aprendi com você, por todos os momentos felizes e tristes que vivemos juntos ministerialmente. Seu legado será inesquecível, em especial, o mesmo sonho que compartilhamos do seminário teológico. (…). Foi uma honra e um privilégio servir a Deus ao lado desse gigante. Em breve estaremos juntos novamente”.

Leia também:
Morre o pastor Alberto Serafim de Souza, ex-presidente da Ceader


DEIXE UM COMENTÁRIO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
Se encontrou algum erro, ou deseja sugerir uma pauta, falar conosco. Clique aqui!