Marco Feliciano alerta para projetos ‘nocivos às crianças, à família tradicional e às igrejas cristãs’ em tramitação no Senado

Parlamentar utiliza microblog ainda para falar da ‘Lei da Palmada’, que deve ser analisada na Câmara dos Deputados.

Marco FelicianoO deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) chamou atenção pelo Twitter no domingo (8) para o processo legislativo desta semana em trâmite no Senado Federal. Ele postou: “Esta semana o Senado tem em sua pauta alguns projetos que ferem os princípios de liberdade de expressão e depõe contra a família natural. São estes os projetos dos quais estou falando: PLC 103/2012; PLC 122/2006; PLS 236/2012 e PLC 72/2007. Estes projetos são nocivos às crianças, à família tradicional e às igrejas cristãs, e serão votados no Senado Federal”, alertou o pastor.

Ele seguiu explicando mais detalhes na série de nove tweets: “A aprovação do PLC 103/2012 – PNE [Plano Nacional de Educação] trata de ‘orientação sexual e gênero’, abre brecha na lei para a liberação sexual das crianças; o PLC 122 se aprovado corre o risco da pedofilia ser naturalizada como variante da orientação sexual e gênero criminalizando os contrários; o PLS 236/2012 (Reforma do Código Penal) – criminaliza os contrários à ‘livre orientação sexual e à igualdade gênero’ e suas variantes”.

- Publicidade -

Em seguida, Feliciano pediu: “Portanto, divulgue nas redes sociais, escreva e telefone para os Senadores da República, pedindo que estejam atentos. […] Preferi alertar agora porque creio na oração da madrugada: ‘Eu amo aos que me amam, e os que de madrugada me buscarem, me acharão’. Pv 8:17”, finalizou.

Sobre o trabalho na sua casa – a Câmara dos Deputados, o parlamentar apontou e solicitou aos fieis: “na CCJC [Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania] deve ser colocado em pauta a ‘LEI DA PALMADA’ para aprovação. Escreva para os deputados”.

Durante todo o ano de 2013, Marco colocou em evidência o trabalho do Congresso Nacional, levantando diversas discussões sobre muitas leis.

Os links acima levam para as páginas dos projetos nas devidas casas legislativas, possibilitando um melhor entendimento. O PLS 236/2012 é de autoria do ex-presidente José Sarney, já o PLC 122/2006 é de responsabilidade da Iara Bernardi e foi apelidado de criminalização da homofobia.

O Plano Nacional de Educação (PNE) apresenta dez diretrizes objetivas e 20 metas, seguidas das estratégias específicas de concretização para vigorar entre 2011 a 2020.

Fonte: The Christian Post

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui