Famílias das meninas sequestradas pelo Boko Haram tem esperanças renovadas de encontrar novamente as adolescentes. Na foto, uma das meninas sequestradas. Ainda não se sabe se ela já foi resgatada. | Crédito: Portas Abertas

A ação do exército busca por reféns dos extremistas

O exército realizou uma série de operações na floresta de Sambisa, na Nigéria, onde centenas de prisioneiros sequestrados pelo Boko Haram estão sendo libertados. Uma garota de Chibok, Hauwa Halima Maigana, foi encontrada e libertada das mãos de seus sequestradores. Em abril, o sequestro de meninas em Chibok completa sete anos.

“Há um mês, as tropas bombardearam a floresta de Sambisa e os esconderijos do Boko Haram. Nas duas operações, chamadas Tura Takaibango e Lafiya Dole, muitos civis estão sendo resgatados. Quando os extremistas são neutralizados, os reféns são libertos. A garota de Chibok é uma daquelas que foram libertadas, depois que o esconderijo de captores foi invadido por tropas do exército”, contou um cabo do exército.

De acordo com ele, Hauwa pode não ser a única garota Chibok resgatada. “Há muitas outras garotas, ainda estamos tentando descobrir de onde elas foram sequestradas”. De acordo com fonte do portal americano de notícias Sahara Reporters, ainda há outras mulheres presas pelos extremistas. “Elas são muitas e não apenas meninas de Chibok”, conta o portal. O secretário da Associação de Pais de Chibok, Lawal Zannah, disse ao jornal que algumas das meninas haviam escapado, mas ainda não tinham verificado o número.

- Publicidade -

Amigos e familiares da jovem foram até a casa da família para parabenizar pela boa notícia. “Ouvimos dizer que algumas de nossas meninas escaparam da floresta, mas ainda não conseguimos os detalhes sobre esse número. Ficamos muito felizes com a volta de Hauwa e esperamos que mais meninas sejam libertadas”, contou um morador local.

Perseguição a cristãos na Nigéria

Mais cristãos são assassinados por causa da fé na Nigéria do que em qualquer outro país. Ataques violentos do Boko Haram, pastores de cabra fulanis, Estado Islâmico da África Ocidental (ISWAP, da sigla em inglês, grupo afiliado ao Estado Islâmico) e outros extremistas islâmicos são comuns no Norte e Cinturão Médio do país, e estão se tornando mais presentes no Sul. 

Nesses ataques, os cristãos são assassinados ou têm as propriedades e meios de subsistência destruídos. Homens e meninos têm mais probabilidade de serem mortos. As mulheres e crianças ficam muito vulneráveis e são testemunhas vivas da ação dos agressores. Os agentes dos ataques raramente são levados à justiça. As cristãs são frequentemente raptadas e agredidas sexualmente pelos grupos extremistas, e às vezes forçadas a se casar com muçulmanos. 

A Nigéria subiu vários lugares na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2021, e a perseguição piorou em todas as áreas da vida pública e privada. A violência contra os cristãos perpetrada pelo Boko Haram, pastores de cabra fulanis e Estado Islâmico da África Ocidental – bem como outros agressores armados não identificados – causou um enorme sofrimento entre a comunidade cristã. A Nigéria entrou no Top10 da LMP principalmente porque essa violência aumentou e começou a se espalhar para outras partes do território. Nesse contexto, o governo parece incapaz ou não desejar proteger os cidadãos cristãos. Apesar da pandemia de COVID-19, os ataques extremistas islâmicos não diminuíram e os seguidores de Jesus isolados em casa ficaram ainda mais vulneráveis aos ataques radicais. 

A violência subiu em patamares beirando ao caos na Nigéria que teve o maior número de cristãos mortos. Somente no país, o número aumentou de mortos aumentou de 1.350 na LMP 2020 para 3.530 na LMP 2021, o que representa 74% do número total.

Ajude os cristãos na Nigéria

A Portas Abertas faz parceria com a igreja local para fortalecer os cristãos perseguidos na Nigéria por meio de discipulado e treinamento de sobrevivência à perseguição, projetos de desenvolvimento socioeconômico, ajuda emergencial, aconselhamento pós-trauma e assistência jurídica. 

Além de orar por eles, você pode ajudar de forma prática doando para projetos que apoiam cristãos perseguidos na Nigéria. Ao fazer uma doação para esta campanha, você fornece alimentos e itens de higiene, bem como aluguel ou remédios, para uma viúva cristã nigeriana sustentar a família.


DEIXE UM COMENTÁRIO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”