Israel poderá fornecer solução de ar limpo após o coronavírus
Irmãos Aviad e Eldar, proprietários da Aura Air | Foto: Reprodução

Aviad Shnaiderman e seu irmão Eldar decidiram levar os negócios de aquecimento e ar-condicionado do pai, para a qualidade do ar de alta tecnologia.

Enquanto o mundo procura uma reabertura segura das paralisações da Covid-19, uma startup israelense (Empresa em fase embrionária que busca um modelo de negócio repetível, escalável e altamente lucrativo, priorizando a inovação em um ambiente de alto risco) acredita que possui uma chave, fornecedora de uma das coisas mais necessárias aos seres vivos: a criação de ar limpo. 

Há três anos, Aviad Shnaiderman e seu irmão Eldar decidiram levar os negócios de aquecimento e ar-condicionado do pai, para a qualidade do ar de alta tecnologia. Agora, Shnaiderman é CEO da empresa Aura Air.

Nosso produto é um balcão único. É uma solução completa para a qualidade do ar interno, desde a detecção, análise e fornecimento do aparelho purificador e desinfecção do ar ”, disse Schneiderman à CBN News.

Uso da Aura Air 

Da sua casa ao seu escritório, hotéis, indústria automotiva, ônibus, trens, qualquer ambiente interno que você possa imaginar. Somos a melhor solução para isso ”, afirmou. Por isso, o interesse na Aura Air está crescendo em todo o mundo desde o começo do surto do coronavírus.

Mesmo antes do COVID-19, o Sheba Medical Center de Israel, já usava o Aura Air, para filtrar a maioria das partículas, de poeira, vírus e bactérias.“A Sheba usou este produto porque nos hospitais temos muitos problemas de infecção e, uma vez que você pode fornecer informações e também como levar esses três veículos (as partículas, gases e umidade no ar), você pode reduzi-lo de forma significativa”. E até agora o produto teve um “desempenho incrível“. Por isso, os irmãos Schnaiderman, já estão desenvolvendo estudos sobre a eficácia de seu produto no uso contra o coronavírus. 

Sistema de filtros

“Podemos filtrar o ar em alta resolução, e também, desinfetá-lo. Já provamos isso em diferentes tipos de vírus da gripe em Jerusalém, Israel.

“Então, você tem o pré-filtro para filtrar grandes partículas. E o nosso filtro principal que possui essas três camadas – as camadas do HEPA (ar de partículas de alta eficiência), carbono e cobre. Com isso, teremos a luz UVC que pode queimar e destruir as bactérias ao chegar ao produto e, por fim, o esterilizador que gera os íons positivos e negativos na sala”, disse.

O sistema de filtro é controlado por um aplicativo, cujo assistente de qualidade do ar se chama Heidy. Você está recebendo a recomendação da Heidy enquanto personalizamos o produto para você. Você controla todos os dispositivos de um aplicativo. Você tem seus locais. Dentro de cada produto, você pode ver a qualidade do ar exterior e sentir a qualidade do ar interior. Você pode definir se tiver algum problema de alergia ou asma”, disse ele. “Você pode ver qual é a recomendação e, finalmente, obterá também a previsão do tempo”.

Eles também estão trabalhando em um dispositivo portátil que pode fornecer uma bolha de proteção de 10 metros ao seu redor, chamado Aura Mini. “O Aura Mini é um dispositivo em que você pode ter sua autoproteção que faz parte da tecnologia e, com isso, podemos oferecer uma área segura ao seu redor. Poderá usá-lo enquanto estiver andando na rua ou mesmo sentado em uma área de café ou passeando de ônibus ou metrô”.

A pandemia do coronavírus, aprofundou as fraturas existentes no relacionamento dos Estados Unidos com a China. O governo Donald Trump agora está preocupado com ameaças mais evidentes. Recentemente, emitiu uma ordem executiva para proteger a elétrica americana. A preocupação é uma ameaça potencial de um apagão que poderá ocorrer de dentro do sistema nacional, tanto na geração quanto na distribuição de energia. 

Os Estados Unidos, estão reagindo antecipadamente a uma situação que supostamente, poderá ocorrer não somente naquele país, mas na maioria dos países com potencial de produção e distribuição de energia elétrica. Não se sabe ao certo quantos dias, tal apagão elétrico poderá permanecer. Uma coisa é certa: ocorrerá em todas as regiões, por pelo menos 3 dias consecutivos, levando as economias desses países a estacionarem por completo, por causa da escuridão e do frio gerado pela ausência de luz elétrica e possivelmente, ausência de luz solar. Apenas esse fato, poderia nos levar de volta às cavernas.

A Ameaça 

Um chamado EMP (pulso eletromagnético), é considerado uma ameaça a todo o sistema de infraestrutura elétrica do país. Isso pode ser causado por um adversário que detona uma arma nuclear no espaço ou mesmo por uma explosão solar natural. A ordem executiva, no entanto, aborda os componentes reais da grade e sua origem.

Nada é mais essencial para o nosso modo de vida do que a eletricidade“, disse Curtis Ellis, diretor de políticas da America First Policies. “Você não pode acender as luzes de um hospital, não pode acender as luzes de sua casa se não tiver eletricidade“. 

Curtis Ellis disse que agora a rede elétrica dos EUA está sendo montada com peças de países que não são amigáveis ​​aos nossos interesses. “Agora sabemos que existe apenas um fabricante americano do aço especial elétrico usado nesses transformadores de alta tensão de 500 toneladas usados ​​em toda a nossa rede elétrica“.

Os Componentes 

Esses transformadores e muitos dos equipamentos de comutação e outros equipamentos que entram em nossa rede elétrica incluem software e incluem micro-circuitos e mecanismos de controle de computador que podem ser invadidos“. Curtis Ellis, também destacou que, apesar de muita atenção ser dada aos EMPs, a ameaça está realmente dentro do sistema.

Nestes transformadores de potência, eles poderiam ser manipulados e ordenados a criar uma onda que teria o mesmo efeito de derrubar toda a rede“, disse Curtis Ellis.

Possíveis Ataques

Em vez de atacar nossos submarinos e nossos porta-aviões, você podia ver um apagão em vastas partes dos Estados Unidos e, em seguida, telefonemas para a Casa Branca dizendo: ‘Gostaria que o resto do seu país ficasse escuro“?
É um tipo de guerra que pode estar, nesse momento, sendo construída diante de nossos olhos. A ordem executiva cria essencialmente uma lista negra de empresas sob controle de adversários estrangeiros como a China, das quais os equipamentos da rede de energia não podem mais ser comprados. Também estabelece uma força-tarefa para examinar onde existem vulnerabilidades no setor de energia. Curtis Ellis diz que os resultados deste setor são os mesmos de outros. Segundo Ellis, a estratégia de agora precisa iniciar como um incentivo às empresas americanas para trazerem a fabricação e a produção desses equipamentos de volta aos Estados Unidos.

Ellis diz que, assim que a pandemia paralisou a vida, o controle sobre a rede elétrica também poderia levar o modo de vida americano a uma parada estridente. Ele acrescenta que a força-tarefa do setor de energia é um bom começo, e outras indústrias precisam fazer o mesmo.


DEIXE UM COMENTÁRIO 
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui