Habitantes de Samoa, Kiribati e Tokelau foram primeiros a deixar 2014. Celebração ocorreu às 8h de Brasília.

Ilhas do Pacífico Sul já comemoram a chegada de 2015
Fogos são vistos na Ópera House de Sydney, na Austrália, na noite desta quarta-feira (31) – no horário local – como parte das celebrações de Ano Novo – imagens capturadas por Drones.

Os habitantes das remotas ilhas de Samoa, Kiribati e Tokelau (Nova Zelândia), no Pacífico Sul, foram os primeiros a se despedirem de 2014 e darem as boas-vindas a 2015 no planeta.

As comemorações em bares e hotéis se alternaram com as tradições locais no arquipélago de Kiribati, na mesma hora (8h de Brasília) que em Samoa e Tokelau, a ilha mais oriental da Nova Zelândia.

O Estado Independente de Samoa compartilha as Ilhas Samoas com a Samoa Americana, um território não incorporado dos Estados Unidos situado no fuso horário ocidental e que, por isso, comemora a noite de 31 de dezembro apenas no dia seguinte.

Desse modo, o arquipélago é o lugar ideal para celebrar o Ano Novo duas vezes, basta atravessar de uma ilha a outra.

O ano de 2015 começa às 9h (de Brasília) em países como Ilhas Salomão, Nova Zelândia, na pequena nação de Niue e Tonga.

A capital neozelandesa, Wellington, celebra o último dia do ano com fogos de artifício e shows gratuitos no principal parque, enquanto Auckland, a segunda cidade mais importante do país, dá as boas-vindas a 2015 com as badaladas do relógio gigante da Sky Tower e uma festa na praia.

Depois que o extremo oriente da Rússia comemorar a chegada de 2015, é a vez da Austrália, que em Sydney reúne cerca de 1,5 milhão de pessoas na baía da cidade para assistir a queima de fogos de artifício sobre a emblemática Sydney Opera House.

Sydney foi um dos primeiros a comemorar a chegada do Ano Novo “2015”, e sua espetacular queima de fogos foi gravada em vídeo pela primeira vez por um drone a 1.000 pés.

As imagens de arregalar os olhos nos leva para dentro do que se tornou um dos mais elaborados espetáculos de Ano Novo do mundo com fogos de artifício – tudo ocorrendo ao longo de Sydney Harbor.

De acordo com a Australian Broadcasting Corp., os drones voaram ao redor e acima dos fogos de artifício, proporcionando transmissão ao vivo, mostrando de forma surpreendente a queima de fogos a partir da ponte, do Opera House e, claro, das nossas barcaças. Essas imagens foram transmitidas a um bilhão de pessoas ao redor do mundo.

Assista ao vídeo das comemorações da chegada de 2015 em Sydney, na Asutrália:


ABC World News | imagens capturadas por Drones

Com informações de G1 e ABCnews

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui