Igreja pede que candidatos não visitem templo durante campanha
Igreja Batista Nacional Avivar de Novo Hamburgo (RS), liderada pelo pastor Juliano Souto

 

Pastor afirma que em três anos nenhum político visitou a igreja, por isso, em época de eleição visitas não são bem-vindas

Os partidos políticos ainda estão definindo seus candidatos a prefeitos e vereadores – em Novo Hamburgo (RS), até 4 de agosto acontecem as convenções –, mas a partir de 16 de agosto a campanha eleitoral está liberada. A partir daí, até o dia da eleição, em 2 de outubro, começa uma verdadeira guerra por votos. Nesse período se intensifica o chamado “corpo a corpo”, momento em que os candidatos vão às ruas pedir votos. Entre as ações estão visitas a entidades, associações e também igrejas.

E foi com a intensão de advertir aos candidatos a não pedirem votos na Igreja Batista Nacional Avivar de Novo Hamburgo, que o pastor Juliano Souto colocou uma faixa, no mínimo, inusitada em frente ao tempo, que fica no bairro Rondônia: 

- Publicidade -

faixa“Senhores candidatos a vereadores e a prefeito, estamos há três anos nesta comunidade e nunca tivemos o privilégio de suas visitas. Queremos continuar assim até outubro deste ano. Após este período, serão bem-vindos!”

 “A nossa igreja tem consciência que deve influenciar em todas as áreas e nesta eleição queremos levantar a bandeira contra a hipocrisia e blindarmos nossa comunidade de maus elementos que abusam do poder público para se locupletar”, afirmou o pastor, completando: “Depois das eleições a igreja estará de braços abertos à nossa liderança municipal, pois temos que honrar as autoridades constituídas”.

Com informações JornalNH, via JM

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui