Calebe no colo da mãe, Daniele Nogueira (Foto: Reprodução Internet)
Calebe no colo da mãe, Daniele Nogueira (Foto: Reprodução Internet)

O pequeno Calebe precisa de ajuda!

Por Paulo Pontes

Nesta segunda-feira (19), Gustavo Scarpa marcou, fora de campo, um “gol” de impacto social, talvez o mais bonito de sua carreira, quando anunciou em sua conta no Instagram um leilão beneficente, com o objetivo de arrecadar dinheiro para ajudar o pequeno Calebe, que sofre de holoprosencefalia, que é o transtorno causado pela não formação do lóbulo frontal do cérebro durante a fase em que o feto ainda é um embrião, atingindo o funcionamento do cérebro e a formação da face.

O atleta colocou à venda a última camisa 40 que usou pelo Fluminense, explicando o motivo da atitude: “Galera, estou fazendo um leilão da última camisa 40 que usei. Todo dinheiro será revertido para a família do Calebe, essa criança que sofre de uma doença chamada ‘holoprosencefalia’. O leilão terá duração de 15 dias e os lances deverão ser realizados na minha página oficial do Instagram, nos comentários dessa foto. Ao final da data estipulada, entrarei em contato com o vencedor através de direct message(DM)”, postou o jogador, que ainda divulgou uma conta bancária para quem quiser doar diretamente para a família do bebê.

“O número da conta para quem quiser ajudar o Calebe diretamente está embaixo. Vale lembrar que doações para essa conta não fazem parte do leilão”, completou Scarpa.

CONTA PARA DOAÇÃO À PARTE

Caixa Econômica
Agência: 0880
Operação: 013
Conta: 00178191-7
Daniele Aguiar de Jesus Nogueira (mãe do Calebe)
CPF: 105.018.387-83

Saiba mais sobre o Calebe e a holoprosencefalia acessando a página https://www.facebook.com/holoprosencefalia/ 

Gustavo Scarpa leiloa camisa para ajudar criança com holoprosencefalia
Gustavo Scarpa, jogador (Foto: Reprodução)

Gustavo Scarpa vive grande momento nas Laranjeiras. Lidera o time tecnicamente e é o artilheiro do Fluminense no Brasileiro, com sete gols. As boas atuações e o carisma que despertou no torcedor renderam a ele a camisa de número 10. A cria de Xerém é o primeiro a usar a 10 do Fluminense desde a saída de Diego Souza, em fevereiro. A nova numeração foi comemorada pelo meia, que já se mostrou à vontade na estreia da nova camisa (ele marcou o gol da vitória sobre os gremistas).

Com informações de Extra

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui