Guiné-Bissau precisa de apoio

0
13

Guiné-Bissau precisa de apoio

Clínica Batista onde missionários prestavam atendimentos a população está fechada devido rachaduras no prédio.

Em breve, a Primeira Igreja Batista de Bafatá, na Guiné-Bissau, ganhará um templo novo. O piso já foi colocado e os missionários Freddy e Elaine Ovando não veem a hora de cultuar ao Senhor em um espaço mais confortável para os nossos irmãos guineenses.

Mas a Clínica Batista da região, onde os missionários atendiam, permanece fechada por conta das rachaduras que surgiram no prédio. Freddy e Elaine pedem orações para que o problema seja resolvido o mais breve possível, pois a população sofre em imensas filas dos hospitais locais e clama pela volta do atendimento na clínica, onde a missionária Elaine atendia como dentista.

O trabalho é respeitado até pela comunidade muçulmana local. Um senhor chamado Samba, que recentemente fez uma peregrinação à Meca e recebeu o título de Aladje (mestre) por ter pisado na terra islâmica, foi procurar nossos missionários para dizer que ele, bem como outros muçulmanos, está “rezando” pela reabertura da clínica. E você, que participa da obra missionária e crê no poder transformador de Jesus Cristo, poderia orar e contribuir para a volta do atendimento da Clínica de Bafatá? Segundo nossos missionários, o ideal seria construir uma nova clínica com espaço para a odontologia.

“Samba nos informou que todos os muçulmanos de Bafatá e região estão rezando para que a clínica volte a funcionar, pois ali eles encontram paz e amizade sincera. Interceda a Deus para que possamos voltar a atender”, pede o Pr. Freddy Ovando.

Recentemente, a missionária Elaine promoveu o POPE – Programa de Odontologia Preventiva e Educativa – na Escola Batista de Bafatá. Foi uma ótima oportunidade para contar a Palavra de Deus às crianças. No dia 8 de novembro, ela promoveu outro POPE e consulta médica na Aldeia Campano. Ore para que a Palavra semeada cresça e dê muitos frutos também nessa localidade.

“Campano é uma aldeia muçulmana, mas são nossos amigos e sempre abrem as portas para as nossas ações missionárias. Interceda pelo Ali, que é o professor da aldeia e sempre leva muitos alunos para participar do POPE”, comenta o missionário.

Além de orar pela obra missionária na Guiné-Bissau, você também pode ofertar. Assim, poderemos concluir as obras do novo templo e reformar, ou até mesmo construir uma nova clínica, para que mais pessoas sejam atendidas e tenham a oportunidade de ouvir a mensagem do Evangelho de Jesus.

Fonte: Missões Mundiais

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome