Explosão em Beirute deixa 157 mortos e milhares de feridos
Visão do Porto de Beirute no dia seguinte à explosão no Líbano. | Foto: Aziz Taher

Em Beirute, explosão deixa saldo de 157 vítimas, e mais de 5.000 pessoas entre feridos e desaparecidos, no distrito portuário, próximo ao centro da capital libanesa. Vídeos e fotos da cena, mostraram uma nuvem de fumaça subindo perto da costa, seguido de uma grande explosão e onda de choque.

 Janelas foram estouradas e detritos espalhados em prédios e ruas em toda a capital do Líbano. Alguns prédios da área desabaram e as forças de emergência correram para resgatar os presos nos escombros. Foram relatadas interrupções elétricas em toda a capital, dificultando os esforços de busca e salvamento.

Entre os escombros

Mais de 78 mortes foram registradas somente na noite de terça-feira (4), e as autoridades esperavam que o número de mortos aumentasse acentuadamente, enquanto equipes de emergência vasculhavam os escombros em uma faixa da cidade para resgatar pessoas e remover os mortos.

E nesta quinta-feira, foram registrados 157 mortos e mais de 5000 pessoas entre feridos e desaparecido o acidente. Foi a explosão mais poderosa a atingir Beirute em anos, fazendo o chão tremer.

Vi uma bola de fogo e fumaça subindo sobre Beirute. As pessoas estavam gritando e correndo, sangrando. Varandas foram arrancadas de edifícios. Os vidros dos arranha-céus quebraram e caíram na rua“, disse uma testemunha a Reuters

O presidente libanês Michel Aoun, convocou o Conselho Supremo de Defesa para uma reunião de emergência na terça-feira à noite. Ambulâncias foram recebidas de todo o país; e o exército libanês enviou reforços para a área. Os cidadãos libaneses foram solicitados a doar sangue, se possível, e os médicos foram solicitados a vir imediatamente e ajudar a tratar os feridos.

Sobrecarga com os feridos

Os hospitais da capital ficaram sobrecarregados com os feridos e começaram a tratar pessoas nos corredores e a transferir outras pessoas feridas para fora de Beirute. Lesões, danos e mortes foram relatados nas ruas e nos prédios em todo Beirute.

“Após a aprovação do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu da assistência médica e humanitária ao Líbano, o primeiro-ministro instruiu o chefe do Conselho de Segurança Nacional Meir Ben-Shabbat a conversar com o enviado da ONU Nickolay Mladenov para descobrir o que mais Israel pode fazer para ajudar o Líbano“.

O gabinete do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu escreveu em um comunicado. Transmitiram através dos canais diplomáticos e de segurança, a oferta de Israel de prestar assistência humanitária e apoio médico ao povo libanês.

Investigações

A causa da explosão permaneceu incerta a partir da noite de terça-feira. Relatórios iniciais indicaram que o incêndio ocorreu em um armazém que armazenava fogos de artifício e o vídeo da cena pareceu mostrar fogos acendendo um pouco antes da explosão. Relatórios adicionais afirmam que um armazém próximo estava armazenando produtos químicos explosivos confiscados no porto.

O diretor de Segurança Geral do Líbano disse a Al-Hadath que os relatos de que a explosão foi causada por fogos de artifício eram “ridículos e que a explosão envolveu explosivos de alta qualidade. O Conselho Supremo de Defesa declarou que mais de 2.700 toneladas de nitrato de amônio foram armazenadas no armazém onde ocorreu a explosão, chamando isso de “inaceitável“.

Autoridades de defesa israelenses negaram que Israel estivesse conectado à explosão, que ocorreu quando as FDI estavam em alerta máximo ao longo da fronteira norte, na expectativa de um ataque do Hezbollah. Além disso, o Ziv Medical Center anunciou que é “experiente e preparado” para ajudar de qualquer maneira possível.

Ajuda Humanitária

A União Européia, Estados Unidos, Chipre, Iraque e vários outros países também ofereceram apoio após o desastre. Catar, Iraque e França enviarão hospitais de campanha para ajudar a cuidar dos feridos.

Os Estados Unidos estão prontos para ajudar o Líbano”, disse Donald Trump em um briefing (conjunto de informações; coleta de dados para o desenvolvimento de um trabalho; Resumo) da Casa Branca sobre a explosão de terça-feira. “Parece um ataque terrível.”

Um cheiro estranho foi notado na área após a explosão, segundo Al-Mayadeen. A embaixada dos EUA em Beirute disse aos cidadãos para ficarem dentro de casa e usarem máscaras devido a relatos de emissões de gases tóxicos, de acordo com a MTV Líbano.

Diversos países estão enviando ajuda humanitária para o Líbano. Entre a ajuda estão equipes médicas, alimentos, água potável e medicamentos. Hoje mesmo a Rússia enviou 5 aeronaves com 100 equipes especialistas e médicos para auxiliar no socorro às vítimas do acidente.


DEIXE UM COMENTÁRIO 
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui