spot_img
Suprema Contabilidade
29 C
Vila Velha

Empresas de Inteligência Artificial querem “criar Deus”

Construir uma Inteligência Artificial Generativa que rivalize com a capacidade humana, ecoando, de certa forma, o desejo de criar “Deus”

EM FOCO

Paulo Pontes
Paulo Ponteshttps://www.searanews.com.br
Fundador e CEO da Seara News Comunicação, jornalista, cidadão vilavelhense, natural de Magé (RJ), pastor, teólogo (Teologia Pastoral e Catequética), presidente do Diretório da SBB-ES, autor do livro Você Tem Valor.

Arthur Mensch, CEO da Mistral AI, revela uma visão ousada compartilhada por muitos na indústria de inteligência artificial: a obsessão de construir uma Inteligência Artificial Generativa (AGI) que rivalize com a capacidade humana, ecoando, de certa forma, a busca pela criação de uma entidade divina, ou seja, o desejo de criar “Deus”.

Em uma entrevista ao jornal The New York Times, Mensch descreve a aura de “obsessão muito religiosa” entre seus pares na empreitada de alcançar tal feito. “Toda a retórica da AGI é sobre a criação de Deus”, enfatiza o executivo da empresa de AI francesa.

Embora assumidamente ateu, Mensch argumenta que, apesar dos esforços em curso, ele pessoalmente não acredita que uma inteligência artificial generativa (AGI) nesse nível seja viável. “Não acredito em Deus. Sou um ateu convicto. Portanto, não acredito em AGI”, declara.

Ele destaca que a tecnologia está moldando a compreensão cultural e a visão de mundo, e que a inteligência artificial está impulsionando uma revolução que se desenrola de forma mais rápida do que as anteriores.

A Mistral AI, cofundada por Mensch, Timothée Lacroix e Guillaume Lample, todos ex-pesquisadores da Meta, tem como destaque seu principal chatbot da empresa é o Le Chat, a “versão francesa” do ChatGPT.

Mensch, com 31 anos, é considerado uma figura proeminente no campo da AI na Europa. Antes de fundar a Mistral AI, ele contribuiu para o Google DeepMind, onde se dedicou ao desenvolvimento de inteligência artificial generativa, em uma competição acirrada com a OpenAI, liderada por Sam Altman.

Além disso, Mensch emergiu como uma figura pública influente na França, sendo reconhecido como o “garoto-propaganda da AI”, e recentemente assinou um acordo com o governo de Macron para fortalecer a soberania tecnológica de Inteligência Artificial na Europa.

A empresa também estabeleceu uma parceria estratégica com a Microsoft, aproveitando seus supercomputadores para impulsionar o treinamento de novos modelos de AI, consolidando ainda mais sua posição na vanguarda da inovação em inteligência artificial.

Com informações SBT News

APOIE SEARA NEWS Clique AQUI!
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
Baixe a Revista Seara News
- Publicidade -

LEIA MAIS...

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

LEIA TAMBÉM

ARTIGOS E DEVOCIONAIS

- Publicidade -
Suprema Contabilidade
- Publicidade -Anuncie em Seara News
- Publicidade -
Rádio Seara News